Braga, terça-feira

LE: Treinador do Eintracht admite pressão de derrotar o Vitória

Desporto

02 Outubro 2019

Lusa

O treinador Adi Hütter afirmou hoje que o Eintracht Frankfurt sente alguma pressão para vencer o Vitória de Guimarães, na segunda jornada do grupo F da Liga Europa de futebol, após o desaire na ronda inaugural.

Após a derrota caseira frente aos ingleses do Arsenal (3-0), a formação alemã quer somar os primeiros pontos na competição e, de acordo com o seu técnico, precisa de "lutar duramente" para derrotar um adversário, também derrotado na primeira jornada (2-0 frente ao Standard de Liège), que "joga bom futebol quando tem espaço".
 

"O jogo tem 90 minutos. Tem de lutar duramente. Sentimos pressão por ter perdido o primeiro jogo, mas vamos encarar o jogo como todos os outros, para conquistar os três pontos", disse o técnico austríaco na antevisão ao encontro marcado para as 20:00 de quinta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.
 

À frente do emblema germânico desde a época passada, Adi Hütter avisou também que os minhotos são uma "equipa conhecida a nível europeu", habitualmente disposta em 4x3x3, imprevisível por "variar muito os jogadores utilizados" e com um "jogador muito criativo no meio-campo", Lucas Evangelista.
 

O treinador elogiou ainda a qualidade da sua linha avançada, composta pelos lusos André Silva e Gonçalo Paciência e pelo holandês Bas Dost, autor de 93 golos pelo Sporting entre 2016/17 e 2018/19, considerando Portugal "um país de futebol", apesar de "pequeno".
 

Se no ataque o plantel do Eintracht está na ‘máxima força', o mesmo já não acontece noutros setores, com o médio Dominik Kohr indisponível por castigo, e os defesas David Abraham e Makoto Hasebe lesionados, tal como o guarda-redes habitualmente titular, Kevin Trapp.
 

Na sequência de uma lesão no ombro, contraída no último jogo do Eintracht para a I Liga alemã (triunfo sobre o Union Berlim, por 2-1), o guardião, de 29 anos, só volta a competir em 2020, mas Adi Hütter frisou que o caso é uma oportunidade para o substituto, o dinamarquês Frederik Ronnow, "mostrar o que vale".
 

O treinador assumiu ainda que o médio Sebastian Rode está em dúvida para quinta-feira, por causa de uma lesão na mão, mas disse estar "tranquilo" com as alterações que vai fazer, já que o "plantel é grande e dá garantias".
 

Os alemães do Eintracht Frankfurt, quartos classificados do grupo F, com zero pontos, defrontam o Vitória de Guimarães, terceiro, igualmente sem pontos, em jogo marcado para as 20:00 de quinta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem do romeno Radu Petrescu.

Deixa o teu comentário