Braga, sexta-feira

Leitura é um bem essencial para o espírito

Diversos

16 Março 2021

Marlene Cerqueira

Até ao dia 20, a Rede de Bibliotecas de Famalicão promove a Semana da Leitura. Ontem, na sessão de abertura, foi destacada a importância da leitura, sobretudo num período de desânimo como aquele que vivemos devido à pandemia.

O vereador com o pelouro da Educação enalteceu ontem o trabalho desenvolvido pelas bibliotecas concelhias na promoção do livro e da leitura. Na sessão de abertura da Semana da Leitura, que se vai prolongar até 20 de Março, Leonel Rocha realçou que “o trabalho feito em rede com as bibliotecas escolares e muito acarinhado e visto como prioritário no contexto escolar”.


Leonel Rocha destacou ainda a importância de promover mais iniciativas “que contribuam para a descoberta do gosto, do hábito e do prazer da leitura”. Lembrou que essa é uma tarefa das bibliotecas e das escolas, mas também da família, em casa.
 

 “Os pais têm um papel importante na criação de hábitos de leitura”, referiu, realçando que é importante que os pais leiam para os filhos, quando estes são mais pequenos, e depois continuem a estimular os descendentes para a leitura.


Segundo Leonel Rocha a leitura acaba por ser “o que alimenta o espírito” e nos permite alcançar novos patamares na vida.


“Se lermos, claramente vamos aprender mais. Seremos pessoas mais sábias e mais responsáveis, com mais capacidade de interagir uns com os outros. A leitura é um bom caminho para sermos melhores pessoas”, afirmou o vereador.


O vereador realçou ainda que a leitura pode ser “uma excelente ajuda” para ajudar a situação de pandemia que a todos afecta, pois “leva-nos por novos horizontes, por outros caminhos e por outros sonhos”.


“A leitura faz-nos sair desta situação de desânimo e de dificuldade que estamos a viver. Faz-nos como que saltar um boca- dinho por cima da pandemia”, afirmou.


A sessão de abertura da Semana da Leitura decorreu em formato online, mas teve como escola anfitriã o Agrupamento de Escolas D. Maria II. A partir de agora, a sessão de abertura decorrerá de modo itinerante pelas escolas do concelho, referiu António Pires, coordenador concelhio das bibliotecas escolares, avançando que para o ano a Semana da Leitura arrancará em Ribeirão.


O coordenador, na edição deste ano, destaca a iniciativa ‘Famalicão a LER’, que será assinalada no dia 18, pelas 10.15 horas, e que se assume como o evento concelhio que pretende, de forma simbólica, mostrar a união de diversos parceiros concelhios, como escolas, instituições, autarquia, rádios locais, e outras organizações, em torno da promoção do livro e da leitura.


A iniciativa +Famalicão a LER’ pretende que durante breves minutos todos os famalicenses possam interromper os seus afazeres para usufruir de um momento descontraído de leitura, seja ela de um livro, de um jornal ou de uma revista.


A sessão de abertura teve como convidada especial a escritora e jornalista Filipa Martins, que realçou que ontem era “dia de festa” devido “à reabertura das livrarias, finalmente”.


Filipa Martins defende que o livro deve ser considerado “um bem essencial para a nossa saúde mental e bem-estar tal como os alimentos são considerados bens essenciais para o nosso físico”. Defendeu também que é a leitura que nos desenvolve o pensamento e que nos permite ter capacidade para não cairmos em discursos demasiado simplistas, discursos que limitam o pensamento e que são característicos dos regimes totalitários.

Deixa o teu comentário