Braga, sexta-feira

Luís Freire diz que o jogo com o Moreirense é 'importantíssimo para o Nacional'

Desporto

16 Janeiro 2021

Redação

O técnico do Nacional, Luís Freire, assumiu hoje a "importância do jogo" com o Moreirense, na 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, esperando uma vitória para dar sequência às boas exibições da equipa.

O técnico do Nacional, Luís Freire, assumiu hoje a "importância do jogo" com o Moreirense, na 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, esperando uma vitória para dar sequência às boas exibições da equipa.

"É um jogo que queremos muito ganhar, sabendo que se ganharmos o jogo, fazemos dezasseis pontos e com menos um jogo e será muito bom para nós. Há jogos que são muito importantes para nós e este é um deles", disse.

Depois de dois jogos de elevado grau de dificuldade, com o Sporting e com o FC Porto, este para a Taça de Portugal, que teve prolongamento, disputados em condições climatéricas adversas, Luís Freire espera uma boa reação da sua equipa para este jogo com o Moreirense.

"Foram jogos complicados e difíceis, mas que também serviram para todo o grupo mostrar que está bem e coeso. Jogaram muitos jogadores e temos muitos jogadores com ritmo, o que é importante para os jogos que aí vêm", disse.

Freire diz que sente "a equipa feliz, mas sabendo que tem aí muitas batalhas pela frente".

"É com o espírito que tivemos nestes jogos que podemos ir atrás dos pontos que queremos no campeonato, que é a nossa grande luta", sublinha.

Luís Freire disse que preparou o jogo no tempo que teve, “tentando recuperar ao máximo os jogadores”, e agora quer “encarar este jogo com a máxima ambição”.

"É verdade que dilui muito [o fator casa], mas em termos de recuperação é um pouco melhor, porque temos as viagens e, jogando de três ou quatro dias, acaba sempre por ser melhor jogar em casa, quer no aspeto físico, quer no emocional, pois temos menos desgaste, para além de ser a nossa casa, onde treinamos, jogamos e estamos todos os dias. É sempre melhor jogar em casa, mesmo nestas circunstâncias", assumiu.

Luís Freire considera que a carreira da equipa até ao momento está a ser positiva.

“Na minha opinião estamos a fazer um bom campeonato. O campeonato está a ser muito equilibrado, o último classificado tem 11 pontos e o sétimo tem 15 e nós temos 13 e menos um jogo. Dentro dos objetivos, que é claramente o da manutenção, estamos lá. Estamos a atingir o objetivo neste momento e cada jogo é uma pequena final para o nosso objetivo final", analisou.

Sobre o Moreirense, Luís Freire diz que "é uma equipa bem organizada, que trocou agora de treinador”, com a entrada de Vasco Seabra, “um excelente treinador”, mas que o técnico dos insulares sabe como organiza as equipas.

"Estamos sempre a ver reajustamentos [no plantel], porque pode haver lesões, castigos e com esta questão da covid, temos de estar sempre atentos ao que existe. É importante saber alguma fragilidade que exista e atacá-la e reforçar algumas posições que já identificámos. Neste momento estamos a trabalhar internamente, sempre na perspetiva de melhorar o grupo e dar mais soluções", disse.

O Nacional, 11.º, com 13 pontos e menos um jogo, recebe no domingo no Estádio da Madeira, no Funchal, a partir das 15:00, o Moreirense, nono com 14, em partida relativa à 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que será arbitrada por Vítor Ferreira da AF de Braga.

Deixa o teu comentário