Braga, segunda-feira

Mafra elimina Moreirense e avança para os oitavos de final da Taça de Portugal

Desporto

24 Novembro 2019

Redação

O Mafra apurou-se hoje para os oitavos de final da Taça de Portugal de futebol após a vitória no terreno do Moreirense, por 3-1, num jogo em que foi perigoso a atacar e organizado a defender.

O Mafra apurou-se hoje para os oitavos de final da Taça de Portugal de futebol após a vitória no terreno do Moreirense, por 3-1, num jogo em que foi perigoso a atacar e organizado a defender.

O oitavo classificado da II Liga eliminou pela primeira vez um adversário da I Liga nesta prova, graças aos tentos de Diego Medeiros (14 minutos e 68, de penálti) e de Joel (49), num jogo em que soube quase sempre o que fazer, ao contrário dos anfitriões, inseguros a defender bolas paradas e pouco criteriosos a atacar, que só marcaram depois dos 90, por Fábio Abreu.

Mesmo a jogar na casa de um primodivisionário, o Mafra começou ao ataque, com um futebol mais ligado do que o opositor, e ameaçou o golo pela primeira vez ao minuto nove, num cabeceamento de Diego Medeiros, defendido por Trigueira, habitual suplente da baliza ‘cónega'.

O Moreirense respondeu, num lance protagonizado Pedro Nuno e Bilel, ao minuto 11, mas a equipa treinada por Vasco Seabra estava melhor e, depois de uma perdida de Joel, aos 12, chegou ao golo: Medeiros surgiu novamente ao primeiro poste, após canto de Zé Tiago, e cabeceou para o lado mais distante.

Forçados a reagir, os vimaranenses só quebraram o domínio do Mafra após a meia hora, tendo ficado perto do empate num lance em que Nenê e Bilel foram perdulários em frente à baliza, aos 32 minutos, e outra em que Chastre se opôs a um remate de Luís Machado (39).

A segunda parte, todavia, começou exatamente como a primeira, com o Mafra, desta feita, a precisar de menos tempo para materializar o ascendente: após Miguel Lourenço ter falhado na pequena área, aos 47 minutos, Joel dilatou mesmo a vantagem aos 49, ao aproveitar a bola que ‘sobrou' após Paul Ayongo ter falhado o primeiro remate.

O Moreirense aventurou-se no ataque, mas sem inspiração para criar perigo, e Diego Medeiros aproveitou um empurrão de Halliche sobre Zé Tiago, aos 67 minutos, para ‘bisar' e fazer o 3-0, na conversão de uma grande penalidade.

Desorientados, os ‘cónegos' continuaram a tentar o golo e conseguiram-no num remate colocado de Fábio Abreu, aos 90+2 minutos, mas não evitaram a segunda presença do Mafra dos ‘oitavos’, reeditando o feito de 2009/10.

 

Jogo no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Moreirense - Mafra, 1-3.

Ao intervalo: 0-1.

 

Marcadores:

0-1, Diego Medeiros, 14 minutos.

0-2, Joel, 49.

0-3, Diego Medeiros, 68 (grande penalidade).

1-3, Fábio Abreu, 90+2.

 

Equipas:

- Moreirense: Trigueira, D'Alberto, Halliche, Steven Vitória, Djavan, Fábio Pacheco (Ibrahima, 82), Alex Soares (Fábio Abreu, 58), Pedro Nuno, Luís Machado, Bilel e Nenê (Texeira, 76).

(Suplentes: Nuno Macedo, João Aurélio, Iago, Ibrahima, Luiz Henrique, Fábio Abreu e Texeira).

Treinador: Vítor Campelos.

- Mafra: Chastre, Rúben Freitas, João Miguel, Miguel Lourenço, Joel, Júnior Franco (Cazonatti, 86), Zé Tiago, Cuca, Nuno Rodrigues (Lucas Silva, 76), Diego Medeiros (Flávio Silva, 90) e Paul Ayongo.

(Suplentes: Godinho, Gui Ferreira, Juary, Cazonatti, Lucas Silva, Flávio Silva e Areias).

Treinador: Vasco Seabra.

 

Árbitro: Cláudio Pereira (AF Aveiro).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Nuno Rodrigues (24), Cuca (45+1), Luís Machado (62), Halliche (67), Chastre (73) e Steven Vitória (83).

Assistência: 669 espetadores.

Deixa o teu comentário