Braga, sexta-feira

Mais uma morte de utente de lar de Vila Nova de Cerveira

Regional

25 Janeiro 2021

Redação

O surto de covid-19 no Lar Maria Luísa, em Vila Nova de Cerveira, no distrito de Viana do Castelo, provocou mais uma morte, elevando para quatro o número de óbitos hoje confirmados pelo presidente da Câmara.

O surto de covid-19 no Lar Maria Luísa, em Vila Nova de Cerveira, no distrito de Viana do Castelo, provocou mais uma morte, elevando para quatro o número de óbitos hoje confirmados pelo presidente da Câmara.

"O quarto utente que hoje faleceu estava internado no hospital de Santa Luzia (Viana do Castelo), onde ainda permanecem mais três", disse à Lusa Fernando Nogueira.

Desde o início do surto, no dia 12, o Lar Maria Luísa regista 12 óbitos associados à doença causada pelo novo coronavírus.

"Atualmente, 55 utentes permanecem na Estrutura Residencial para Idosos (ERPI)", especificou.

"Apelamos à Segurança Social para continuar o apoio de retaguarda médica e enfermagem. Os voluntários estão a ser contactados dia a dia. Apelamos à compreensão de todos", reforçou o autarca.

Além dos utentes, 32 de um total de 52 funcionários da instituição - entre administrativos, profissionais de saúde e auxiliares - também se encontram infetados.

A instituição tem atualmente 10 funcionários com baixa médica e apenas 10 no ativo para garantir o funcionamento da instituição.

Foi dotada de uma Brigada de Intervenção Rápida (BIR) composta por dois enfermeiros e três auxiliares e disponibilizado um médico para fazer a avaliação dos utentes.

Anteriormente, Fernando Nogueira disse que o apelo ao voluntariado lançado na terça-feira teve "resposta pronta", estando a ser gerido diariamente pela Santa Casa da Misericórdia de Vila Nova de Cerveira, mediante as necessidades e distribuição de horários".

Desde domingo e até terça-feira, chegarão sete estudantes de enfermagem do Instituto Piaget de Vila Nova de Gaia, no distrito do Porto, que se voluntariaram para apoiar a combater o surto no Lar Maria Luísa.

Da Galiza, o município do Alto Minho recebeu "pelo menos três contactos, sendo um com disponibilidade imediata".

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.121.070 mortos resultantes de mais de 98,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 10.469 pessoas dos 636.190 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Deixa o teu comentário