Braga, quarta-feira

Médio Claude Gonçalves feliz com regresso ao futebol português pelo Gil Vicente

Desporto

09 Maio 2020

Redação

O médio luso-francês Claude Gonçalves congratulou-se hoje com o regresso bem-sucedido ao futebol português através do Gil Vicente, que ocupa o nono lugar da I Liga, interrompida devido à pandemia de covid-19.

O médio luso-francês Claude Gonçalves congratulou-se hoje com o regresso bem-sucedido ao futebol português através do Gil Vicente, que ocupa o nono lugar da I Liga, interrompida devido à pandemia de covid-19.

“Tem sido uma das melhores épocas da minha carreira, dentro e fora do campo. Estou feliz, vou aos treinos com alegria e isso é importante para um jogador. A união sentida no balneário dá-me vontade de treinar e de jogar, numa altura em que todos temos saudades da competição”, referiu o internacional sub-20 pela seleção das ‘quinas’, numa nota publicada nas redes sociais do clube minhoto.

Os ‘galos’ aproveitaram a entrada do país em situação de calamidade no domingo, após três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março, para voltar a pisar o relvado de forma individualizada no dia seguinte, quase um mês e meio após a suspensão da I Liga, que deve ser reatada à porta fechada a partir de 30 e 31 de maio.

“Infelizmente só fizemos treinos individuais, mas trabalhámos todos bem e foi uma primeira semana muito positiva. A estrutura está empenhada para que nada nos falte antes, durante e depois do treino”, elogiou Claude Gonçalves, com dois golos em 20 jogos pelo Gil Vicente, ao qual chegou em junho, oriundo dos franceses do Troyes.

Depois de os 45 membros da formação barcelense terem recebido resultados negativos aos testes de despistagem ao novo coronavírus efetuados em 30 de abril, o treinador Vítor Oliveira optou por distribuir o plantel em horários e espaços diferentes dos relvados dos estádios Cidade de Barcelos e Adelino Ribeiro Novo e do Campo de Carvalhal.

A planificação deve evoluir para treinos coletivos na segunda metade de maio, tendo em vista uma eventual conclusão das 10 jornadas finais da I Liga, cujo nono lugar é ocupado pelo Gil Vicente, com os mesmos 30 pontos de Moreirense e Santa Clara, 14 acima da zona de descida, numa época de regresso ao principal escalão, após o ‘caso Mateus’.

“Estamos a fazer um bom campeonato até agora e fomos uma surpresa para muitas pessoas. Os adeptos não vão estar no estádio, mas sabemos que estão a torcer por nós na mesma”, resumiu o ex-médio do Tondela e dos gauleses do Ajaccio, sobre um emblema reintegrado na elite pela via administrativa a partir do Campeonato de Portugal.

A realização dos 90 jogos da I Liga, que é liderada pelo FC Porto, com um ponto de vantagem sobre o campeão Benfica, e da final da Taça de Portugal, entre ‘dragões’ e ‘águias’, ainda está sujeita à aprovação por parte da Direção-Geral da Saúde de um plano sanitário apresentado ao Governo pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional.

Os campeonatos de futebol de França e Holanda já foram cancelados devido à pandemia de covid-19, enquanto países como Alemanha, Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal vão preparando o regresso gradual à competição a partir das próximas semanas.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 274 mil mortos e infetou mais de 3,9 milhões de pessoas em 195 países e territórios. Mais de 1,2 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.126 pessoas das 27.406 confirmadas como infetadas, e há 2.499 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho