Braga, sexta-feira

Mês do romance é alimentado pelo amor das parcerias

Regional

16 Janeiro 2020

Redação

Vila Verde continua a Namorar Portugal e programou mais um Mês do Romance que propõe mais de uma centena de iniciativas que se estendem por 37 dias de amor às tradições e cultura.

Vila Verde prepara-se para viver o ‘Mês do Romance’, uma iniciativa que tem como âncora a marca ‘Namorar Portugal’ e os lenços dos namorados e que, há mais de dez anos, catalisa negócios e o turismo no concelho.


A 11.ª edição do ‘Mês do Romance’ arranca a 25 de Janeiro para se prolongar por 37 dias propondo mais de uma centena de iniciativas, com destaque para a Gala Namorar Portugal que marca o Dia de S. Valentim.


O presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, fala de uma iniciativa consolidada que ‘tem a sua força nas parcerias’.
 

São muitos os parceiros locais, mas também regionais, nacionais e até internacionais , ‘o que faz com que o Mês do Romance extravase as fronteiras do concelho, valorizando as suas tradições, a sua cultura e o próprio terrtório’ sublinhou António Vilela, ontem, na apresentação da programação.
 

O edil vilaverdense evidencia que os parceiros crescem de ano para ano, bem como os produtos associados à marca ‘Namorar Portugal’ que é a âncora de toda a iniciativa e que perdura ao longo do ano.


A vereadora da Cultura do Município de Vila Verde e coordenadora da programação do ‘Mês do Romance’, Júlia Fernandes, também realça as parcerias, abarcando não só os que abraçaram a marca ‘Namorar Portugal’, mas todos os que se envolvem na programação, possibilitando a realização de mais de uma centena de iniciativas.


‘São mais de uma centena de parceiros se contarmos aqueles que vestem a camisola do Mês do Romance’ contabiliza Júlia Fernandes.
 

António Vilela considera que o ‘Mês do Romance’ valoriza o potencial das empresas e dos jovens, nomeadamente através de concursos como o de criadores de moda e o de acessórios de moda, que promovem o talento artístico e para o negócio.


O autarca de Vila Verde reconhece o impacto do ‘Mês do Romance’ na valorização do território e no turismo, apontando-o como mais uma forma de combater a sazonalidade em época baixa

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho