Braga, sexta-feira

Migrantes e refugiados com potencial para desenvolver territórios

Regional

17 Julho 2021

Redação

Numa conferência da UNICEF, Ricardo Rio defendeu que os jovens migrantes e refugiados oferecem potencial único para o desenvolvimento dos territórios

“Um pouco por todo o mundo os países e as cidades competem na área da captação de talento. Se conseguirmos assegurar que as oportunidades existem para os migrantes e refugiados, estamos a construir um futuro mais risonho para os territórios e para estes jovens”, sustentou Ricardo Rio. O presidente da Câmara de Braga falava numa conferência digital, organiza-da pela UNICEF, que teve como objectivo a discussão em torno das principais conclusões do relatório ‘Talento em movimento’.


Ricardo Rio realçou ainda que “a Europa, como um todo, enfrenta um desafio demográfico e é fundamental que exista renovação. A criação de ambientes inclusivos para receber os migrantes e refugiados, permitindo-lhes ser parte uma mais-valia e integrante dos projectos de desenvolvimento das cidades, permite atingir esse desígnio”.
 

O relatório ‘Talento em movimento’ sustenta que os jovens migrantes e refugiados representam um conjunto único, mas ainda pouco explorado, de talentos, ideias e empreendedorismo.


Segundo o relatório, estes jovens, frequentemente resilientes, altamente motivados e com experiência em superar adversidades, têm o potencial de ajudar a resolver os desafios com que os diferentes territórios se deparam, podendo ajudar a impulsionar as comunidades e economias onde se inserem. No entanto, as oportunidades são difíceis de encontrar e o seu talento e potencial continua por explorar.
 

Como salientou o autarca Bracarense, o Global Parliament of Mayors (GPM) adoptou a iniciativa denominada ‘Talent Cities’, com o objectivo de aumentar a capacidade dos responsáveis políticos das cidades para garantirem a criação e captação de talentos. Braga, que tem Ricardo Rio como membro da Comissão Executiva do GPM, está a liderar esta iniciativa, que se insere na criação de um Hub Internacional de Talento que agregará diferentes Cidades do planeta.


Na sua intervenção, Ricardo Rio citou Braga como exemplo, salientando que “é efectuado na cidade um trabalho profundo de ligação com as escolas e associações representativas destes jovens para que as suas aptidões e as visões multiculturais que trazem sejam aproveitadas ao máximo”.


“Queremos que estes jovens tenham sucesso e sejam felizes em Braga, beneficiando da experiência e formação que aqui adquirem para ajudar o desenvolvimento de Braga ou de outros locais onde decidam viver, e dai a importância de estar inserido num projecto global como o ‘Talent Cities’”, finalizou o autarca.

Deixa o teu comentário