Braga, quarta-feira

Município de Braga ostenta bandeira verde

Regional

20 Dezembro 2020

Redação

É uma nova distinção que o Município de Braga ganha rumo a um futuro com mais sustentabilidade. Braga ostenta, pela primeira vez, a bandeira verde Eco XXI.

O Município de Braga ostenta, pela primeira vez, o galardão Bandeira Verde ECOXXI, reconhecendo-o como “um dos mais sustentáveis do país”.

A distinção teve lugar esta semana e, na ocasião, o autarca bracarense, Ricardo Rio, frisou que a “sustentabilidade” é uma prioridade para Braga, que se tem vertido em várias acções políticas concretas direccionadas para os cidadãos e promovidas com várias instituições - políticas estas que o edil pretende valorizar ainda mais num futuro próximo. “Temos projectos no âmbito da descarbonização, de que é exemplo o BUILD, um laboratório para a descarbonização que desenvolvemos em parceria com instituições e ensino e investigação, e projectos no domínio da adaptação às alterações climáticas”, apontou.

O presidente da Câmara Municipal de Braga realçou também a Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas de Braga, que apresenta várias iniciativas ligadas à eficiência energética e mobilidade sustentável.

Também o vereador do Ambiente da Câmara de Braga, Altino Bessa, mostrou a sua satisfação com a atribuição do galar- dão, destacando que “em 62 municípios candidatos ao projecto Bandeira Verde ECOXXl da ABAE, o Município de Braga obteve 80,9%, ficando nos 9 municípios melhores classificados com percentagem acima dos 80%” - reconhecendo-o como um dos municípios mais sustentáveis do país.

Refira-se que a ‘Bandeira Verde Eco XXI’ é uma iniciativa promovida pela Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) e a atribuição dos galardões decorreu, este ano, em formato on-line.

Com a Bandeira Verde ECO XXI, o Município de Braga reafirma também o compromisso para com a sustentabilidade, “um elemento-chave para garantir a qualidade de vida às populações”.

O galardão Bandeira Verde ECOXXI premeia as boas práticas e políticas de sustentabilidade ambiental dos municípios portugueses, através da avaliação de 21 indicadores e 71 sub-indicadores nas áreas ambiental, social e económica.

Em 2020, o ECOXXI incluiu, pela primeira vez, indicadores específicos no âmbito das Alterações Climáticas e Saúde e Bem-estar.

Deixa o teu comentário