Braga, quinta-feira

Novos casos de covid-19 mais do que duplicam em 19 concelhos da região Norte

Nacional

08 Janeiro 2021

Lusa

Os novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2 mais do que duplicaram, entre a última semana de dezembro e a primeira de janeiro, em 19 concelhos a Norte e 16 registaram uma incidência superior a 960, revela hoje um relatório oficial.

O relatório da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS-N), a que a Lusa teve hoje acesso, reporta a evolução da situação epidemiológica a Norte entre a antepenúltima semana de dezembro (de 17 a 23) e a primeira de janeiro (de 31 a 06).
 

Entre a última semana de dezembro e a primeira de janeiro, o número de novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2 mais do que duplicou em 19 concelhos da região Norte: cinco no distrito de Vila Real, quatro em Viana do Castelo, quatro em Braga, três em Bragança, dois em Aveiro e um no Porto.
 

Boticas, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião e Valpaços, no distrito de Vila Real, registaram aumentos de 354%, 170%, 263%, 160% e 139%, respetivamente.
 

No distrito de Viana do Castelo, os concelhos de Paredes de Coura, Ponte de Lima, Viana do Castelo e Vila Nova de Cerveira também registaram crescimentos superiores a 100%.
 

Cabeceiras de Basto, Celorico de Basto, Vieira do Minho e Vizela, no distrito de Braga, também acompanharam esta tendência.
 

No distrito de Aveiro [onde a ARS-N abrange sete municípios], os concelhos de São João da Madeira e Vale de Cambra mais do que duplicaram o número de novos casos de infeção pelo SARS-CoV-2.
 

Penafiel foi o único concelho do distrito do Porto que acompanhou esta tendência de duplicação.
 

Nos últimos 14 dias, o relatório indica ainda que 16 concelhos registaram uma incidência superior a 960 novos casos por 100 mil habitantes a cada 14 dias, reportando mais quatro concelhos do que o anterior relatório.
 

Destes 16 concelhos, cinco situam-se no distrito de Vila Real (Boticas, Chaves, Montalegre, Peso da Régua e Ribeira de Pena) e quatro no distrito de Bragança (Macedo de Cavaleiros, Miranda do Douro, Mogadouro e Vimioso).
 

No distrito de Braga, os municípios de Barcelos, Esposende, Póvoa de Lanhoso e Vila Verde também registaram uma taxa de incidência superior a 960 novos casos por 100 mil habitantes.
 

Os concelhos da Póvoa de Varzim e Vila do Conde, no distrito do Porto, e de Ponte da Barca, no distrito de Viana do Castelo, também acompanharam esta tendência de incidência.
 

No mesmo período, 44 concelhos da região Norte registaram uma taxa de incidência superior a 480 novos casos por 100 mil habitantes a cada 14 dias, reportando mais quatro municípios face ao último relatório.
 

Destes 44 concelhos, 13 situam-se no distrito do Porto, 10 no distrito de Braga, sete em Vila Real, seis em Viana do Castelo, cinco em Aveiro e três em Bragança.
 

O relatório da ARS-N mostra ainda que Miranda do Douro (Bragança) é o concelho da região Norte com a maior taxa de incidência: 2.942,9 novos casos por 100 mil habitantes a cada 14 dias.
 

Neste momento, a taxa de incidência da região Norte situa-se nos 757 novos casos por 100 mil habitantes.
 

Em Portugal, morreram 7.590 pessoas dos 466.709 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.
 

O estado de emergência decretado em 09 de novembro para combater a pandemia foi renovado com efeitos desde as 00:00 de 08 de janeiro, até dia 15.

Deixa o teu comentário