Braga, segunda-feira

Nuno Manta atribui pressão ao despromovido Desportivo das Aves na visita a Braga

Desporto

03 Julho 2020

Redação

O treinador Nuno Manta Santos frisou hoje que o despromovido Desportivo das Aves está obrigado a preservar o caráter, compromisso e respeito no terreno do Sporting de Braga, em duelo da 30.ª jornada da I Liga de futebol.

O treinador Nuno Manta Santos frisou hoje que o despromovido Desportivo das Aves está obrigado a preservar o “caráter, compromisso e respeito” no terreno do Sporting de Braga, em duelo da 30.ª jornada da I Liga de futebol.

“Sinceramente há muito mais pressão para o Aves do que para o Braga neste momento. Equipas como o Braga estão sempre fortes e nunca fragilizadas. Vão querer responder ao último resultado, fazer um bom jogo e ganhar. Cabe-nos lutar intensamente, sermos rigorosos e discutir o jogo até ao fim”, projetou o técnico, em conferência de imprensa.

No primeiro de cinco duelos para cumprir calendário, após a descida consumada na segunda-feira, graças ao deslize caseiro com o Moreirense (1-0), os avenses encaram outra formação minhota, a viver a quarta mudança de treinador esta temporada, com Artur Jorge no lugar de Custódio, que se demitiu na quarta-feira ao fim de seis partidas.

“É um adversário difícil e com muita qualidade, que está numa luta competitiva muito grande pelos primeiros lugares da tabela. Com a entrada do novo treinador tem uma motivação extra para mostrar boas dinâmicas e apresentar-se na melhor forma. Há três resultados possíveis e vamos lutar para dar uma alegria muito grande a todos”, afiançou.

Nuno Manta Santos admitiu que o estado anímico dos jogadores do Desportivo das Aves “não foi o melhor” durante a semana, sobretudo para quem “perde com alguma regularidade”, deixou de ganhar há 10 rondas seguidas e ainda não marcou golos desde a paragem provocada pela pandemia de covid-19, o que “não muda o trabalho em nada”.

“O objetivo é o mesmo: ganhar todos os jogos, apresentando uma boa equipa, organizada e com caráter, a dignificar o brio profissional de toda a estrutura e da instituição Aves. O meu compromisso desde a retoma tem sido caráter, compromisso e respeito. É isso que tenho pedido aos jogadores até ao fim”, partilhou.

Os avenses precisam de pontuar nas cinco jornadas finais para evitarem o estatuto de último classificado da história da I Liga com menos pontos num campeonato disputado a 34 rondas e com menor média de pontos por jogo, numa altura em que já utilizaram 42 atletas em 29 encontros, incluindo 12 elementos provenientes da equipa sub-23.

“A equipa tem de mostrar o seu verdadeiro potencial ao longo da época. Conseguimos potencializar alguns atletas, mas nem sempre mostrámos o rendimento coletivo pretendido. Acredito que os jogadores vão dar o máximo e corresponder da melhor maneira até ao fim. Só têm a ganhar com isso”, aconselhou Nuno Manta Santos.

A SAD liderada pelo chinês Wei Zhao foi absolvida na terça-feira da acusação de incumprimento salarial com jogadores e treinadores entre dezembro e março, mas aguarda pela resolução de outro processo idêntico, assente na ausência de documentos que comprovassem a regularização dos vencimentos de março e abril.

O assunto foi remetido da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) para o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) em 09 de junho, podendo custar aos avenses uma penalização de dois a cinco pontos na classificação.

O Desportivo das Aves, 18.º e último classificado, com 14 pontos, visita o Sporting de Braga, quarto, com 55, no sábado, às 21:30, no Estádio Municipal de Braga, em partida da 30.ª jornada, com arbitragem de Manuel Mota, da associação de Braga.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho