Braga, quarta-feira

Obras de mais de 1ME no comando da PSP de Viana do Castelo começam em 2021

Regional

17 Dezembro 2020

Lusa

O interior do edifício do comando da PSP de Viana do Castelo vai ser reabilitado, em 2021, num investimento superior a um milhão de euros, de acordo com um despacho hoje publicado em Diário da República (DR).

Contactada hoje pela agência Lusa, fonte do Comando da PSP da capital do Alto Minho disse que a empreitada deverá decorrer durante um ano.
 

A intervenção no edifício da década de 60 é reclamada há vários anos e está prevista desde 2011, prevendo a requalificação de revestimentos, canalizações, instalação elétrica, entre outros trabalhos.
 

Para a área de policiamento daquela força, que abrange a cidade de Viana do Castelo e a vila da Ponte de Lima, estão destacados cerca de 200 agentes policiais, sendo que no edifício que vai agora ser intervencionado estão destacados 160 elementos.
 

O atual comandante distrital, o superintendente Rui Conde, tomou posse em fevereiro de 2019, sucedendo a José Vieira da Cruz, que completou 60 anos em setembro de 2018 e passou, no final desse ano, ao regime de pré-aposentação.
 

No despacho de 06 de julho, assinado pelo secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, Antero Luís, hoje publicado em DR, a obra representa uma "despesa num total de 935.000,00 (euros), acrescido de IVA nos termos legais", e foi autorizada por uma portaria de 16 junho.
 

A intervenção integra-se na lei de programação de equipamentos e infraestruturas e da disponibilidade da PSP.
 

Em 2015, foi removida a cobertura em amianto, com cerca de 300 metros quadrados, dos anexos do edifício do Comando da PSP de Viana do Castelo onde funcionam a Esquadra de Trânsito e a Esquadra de Intervenção e Fiscalização Policial, além de um gabinete da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária.
 

As obras de substituição da cobertura chegaram a ser anunciadas pela PSP em maio de 2013, no âmbito de uma intervenção de reabilitação das instalações daquele comando, reclamada há vários anos.
 

Na altura, o comandante distrital da PSP de Viana do Castelo desde 2009, José Vieira Cruz, explicou que obras prioritárias eram a remoção do amianto e a intervenção na fachada do edifício.
 

Na ocasião, José Vieira da Cruz afirmou que a degradação na fachada exterior do edifício principal do comando, "com buracos e cal a cair", faz parecer que o edifício "foi alvo de um atentado" no Iraque ou Afeganistão.

Deixa o teu comentário