Onda de calor mata 20 pessoas no norte da Índia e provoca crise de água e energia

Internacional

20 Junho 2024

Lusa

O Departamento de Saúde de Nova Deli pediu hoje aos hospitais para darem prioridade ao tratamento dos pacientes com sintomas de insolação, no seguimento da onda de calor que provocou a morte de 20 pessoas no norte do país.

"As autoridades devem assegurar-se pessoalmente da admissão e tratamento imediato dos pacientes com sintomas de insolação para que se consiga salvar o maior número possível de vidas", lê-se num comunicado partilhado pelo ministro da Saúde da capital, Saurab Bharadwaj.
 

De acordo com o comunicado citado pela agência Efe, o governante instou os hospitais a terem sempre um médico especializado para tratar os casos de insolação e pediu à polícia para ajudar a transportar as pessoas para centros de acolhimento, e assim impedir que durmam ao ar livre.
 

A divulgação das medidas foi feita depois de uma reunião de emergência das autoridades da capital, no mesmo dia em que foi anunciada a morte de cinco pessoas nas últimas 72 duas horas só na capital indiana, a que se somam mais 17 na restante região norte da Índia.
 

O norte do país sofre desde há semanas uma onda de calor com temperaturas que chegaram a ultrapassar os 50 graus nalguns pontos da Índia, e com temperatura mínimas acima dos 30 graus, mesmo durante a noite.
 

A capital enfrenta também uma crise de falta de água e de energia, tendo registado na quarta-feira o maior consumo de eletricidade de sempre, o que provocou cortes elétricos nalgumas zonas, aponta ainda a Efe.

Deixa o teu comentário