Braga, segunda-feira

Orfeão Famalicense assinala 105 anos nas redes sociais

Regional

03 Fevereiro 2021

Redação

Criado em 1916, o orfeão conta com 63 anos de actividade ininterrupta, depois de duas paralisações causadas por eventos sociais.

Os 105 anos do Orfeão de Famalicão váo ser assinalados, no próximo dia 11, com uma transmissão na rede social ‘Facebook’. A pandemia impediu que a data seja assinalada com a realização de vários eventos.

“Será, também, uma forma de homenagearmos todos os membros desta instituição, em particular dois dos nossos companheiros desaparecidos recentemente”, revela um comunicado do Orfeão de Famalicão.

Nascido a 11 de Fevereiro de 1016 (depois de um período de propaganda feito pela comissão formada por António Maria Pereira, Carlos Alberto de Oliveira, Mário Lima, Alberto Carlos Sousa Araújo, Alexandrino Costa e José Correia), o Orfeão de Famalicão teve na direcção artística Adolfo Lima (parte orfeónica) e Alípio Augusto Guimarães (na parte cénica).

A primeira apresentação pública aconteceu a 15 de Outubro de 1916, no Salão Olímpia. No dia 8 de Dezembro desse ano, o orfeão actuou no Teatro D. Afonso Henriques, em Guimarães.

A epidemia pneumónica e a II Guerra Mundial levaram à suspensão das actividades, a partir da Primavera de 1918 e o Natal de 1927. O primeiro espectáculo após a interrupção aconteceu a 28 de Abril de 1918, no Salão Olímpia. Seguiram-se espectáculos em Riba de Ave, Trofa, Ponte de Lima e Arcos de Valdevez. Novos acontecimentos fizeram com que o Orfeão de Famalicão entrasse em novo interregno, até que em 22 de Novembro de 1957, s regressou aos palcos sob orientação do Padre Benjamim Salgado. Desde aí nunca mais parou, contando com 63 anos de actividade ininterrupta. O Orfeão de Famalicão é regido, actualmente, pelo maestro Fernando Dantas Moreira, e conta com Ezequiel Pinheiro Brandão (como presidente da direcção, Pedro Álvares Ribeiro (como presidente da Assembleia Geral) e Laurentino Rodrigues Martins (como presidente do Conselho Fiscal).

Deixa o teu comentário