Braga, quarta-feira

Paulo Cunha é candidato à distrital do PSD

Regional

06 Junho 2020

Redação

Paulo Cunha anunciou a candidatura à presidência da Distrital de Braga do PSD, cargo que já desempenhou entre 2010 e 2014. É a 11 de Julho que o partido elege os novos órgãos distritais.

Paulo Cunha anunciou que é candidato à presidência da Comissão Política Distrital de Braga do PSD, cargo que já desempenhou precisamente antes do actual líder, José Manuel Fernandes. É a 11 de Julho que os social-democratas vão eleger os novos órgãos distritais.

Um dia depois do eurodeputado ter anunciado a saída da Distrital, Paulo Cunha assume a candidatura para “ajudar o PSD no distrito de Braga a construir soluções que dignifiquem a causa pública e reforcem o seu entrosamento social”, mas quer também “contribuir para que o mérito das acções” dos agentes distritais “tenham o merecido relevo no contexto nacional”.

“O esforço, o trabalho e os resultados que construímos no nosso distrito merecem o justo reconhecimento das diversas instâncias nacionais”, sustenta Paulo Cunha, que é presidente da Câmara de Famalicão.

Em comunicado, o candidato mostra-se já mobilizado para as lutas eleitorais que o partido vai enfrentar em breve, deixando um apelo à união dos militantes para que cerrem fileiras nessas lutas eleitorais: “Os actos eleitorais a ocorrer no futuro próximo, as eleições presidenciais e as autárquicas, reclamam a intervenção de todos os militantes do distrito de Braga e exigem que cada um de nós tenha a máxima disponibilidade para que, ao serviço dos ideais do PSD, contribua para vencer aqueles referidos desafios”.

Paulo Cunha reconhece que “ao longo do passado recente”, os militantes do PSD no distrito “souberam cerrar fileiras” em torno dos seus propósitos e conseguiram envolver a sociedade civil nas suas propostas eleitorais. Agora, espera contar “com cada um”, com os autarcas, os deputados eleitos à Assembleia da República, os líderes das secções concelhias e de núcleo, com a JSD, os TSD e as MSD, para construir “equipas, propostas e dinâmicas que, sendo mobilizadoras e capazes de trazer aquelas e aqueles que, comungando dos nossos ideais, queiram contribuir activamente para que a actividade política esteja, exclusivamente, ao serviço da construção de uma sociedade onde cada um e cada uma se possa realizar pelo seu mérito”.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho