Braga, quarta-feira

Pavilhão de Nogueira aberto até final do mês

Regional

06 Julho 2020

Redação

Encerramento estava previsto para dia 9, mas as autoridades decidiram prolongar resposta até serem encontradas alternativas para os utentes.

O encerramento do pavilhão desportivo da EB 2,3 de Nogueira, que acolheu a população sem abrigo que dormia nas ruas de Braga durante o estado de emergência, estava previsto para a próxima quinta-feira, 9 de Julho, mas as autoridades decidiram prolongar esta resposta até que sejam encontradas soluções de alojamento para a dezena de utentes que ainda se encontra naquele espaço.

Recorde-se que este espaço de acolhimento nasceu de uma parceria entre a Cruz Vermelha, e câmara de Braga, a Segurança Social e a Cáritas, permitindo que perto de 30 cidadãos vissem asseguradas bens essenciais durante o período mais crítico da pandemia, como dormida, higiene, alimentação, apoio médico, social e psicológico.

Ao CM, Nuno Rodrigues, responsável da Cruz Vermelha adiantou que as admissões foram canceladas. “Até ao final do mês vamos tentar que todas as pessoas possam ter uma resposta de habitação”, afirma o responsável, avançando que se houver necessidade no futuro de reactivar esta resposta social por causa da pandemia ela será efectivada, estando já a ser estudados outros locais alternativos para dar resposta a população sem-abrigo. “Já estamos a estudar locais alternativos. Não será por falta de locais que não daremos este apoio. Havendo necessidade vamos manter esta resposta”, garante Nuno Rodrigues.

Apesar da maioria dos utentes serem sem-abrigo, o apoio acabou por alargar-se a pessoas que ficaram desalojadas durante o despoletar da pandemia, onde se incluíram os reclusos que receberam luz verde para sair dos estabelecimentos prisionais.

Suspenso está também, desde meados de Junho, o Hotel João Paulo II, espaço que se manteve como reserva de retaguarda distrital durante o estado de emergência. Cedido temporariamente pela Arquidiocese de Braga para acolher doentes infectados com Covid-19 sem necessidade de internamento ou sem de condições de isolamento em casa, o hotel, que abriu portas a 29 de Maio, situado junto ao Santuário do Sameiro, conheceu uma ocupação reduzida, acolhendo apenas sete pessoas.

Não é expectável que a arquidiocese venha a utilizar a unidade hoteleira durante o?Verão, pelo que, se necessário, uma das suas alas poderá ser reactivada para a mesma finalidade no futuro.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho