Braga, sexta-feira

Poeta português Ernesto Manuel de Melo e Castro morreu aos 88 anos

Diversos

30 Agosto 2020

Lusa

O poeta, ensaísta e artista plástico português Ernesto Manuel de Melo e Castro, que vivia no Brasil, morreu no sábado à noite em São Paulo, aos 88 anos, anunciou hoje a sua filha, Eugénia Melo e Castro.

Numa publicação na rede social Facebook, a artista e cantora Eugénia Melo e Castro anunciou a morte do pai e poeta português E. M. de Melo e Castro, aos 88 anos.
 

“Um dos mais importantes Poetas e Homem de Artes e Cultura do Mundo”, escreveu na rede social.
 

E. M. de Melo e Castro foi pioneiro da poesia experimental em Portugal, bem como em engenharia têxtil no país, nas décadas de 1950/1960.
 

Licenciado em engenharia têxtil, mas com um percurso sempre ligado à literatura, tendo feito um doutoramento em Letras na Universidade de São Paulo, era um dos artistas portugueses mais acarinhados pelo público brasileiro, país onde vivia há mais de 20 anos.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho