Braga, quarta-feira

Politécnico de Viana do Castelo é uma das entidades de ensino superior mais sustentáveis do mundo

Regional

28 Dezembro 2020

Redação

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) é a segunda instituição de ensino superior em Portugal e a 172º a nível mundial no UI GreenMetric World University Rankings on Sustainability 2020.

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) é a segunda instituição de ensino superior em Portugal e a 172º a nível mundial no UI GreenMetric World University Rankings on Sustainability 2020.

Trata-se de um ranking que avalia, mundialmente, a sustentabilidade ambiental de 912 universidades através de seis variáveis: Infraestruturas; Energia & Alterações Climáticas; Resíduos; Água; Transporte; e Educação & Investigação.

O IPVC destaca-se, sobretudo, em Infraestruturas e Energia e Alterações Climáticas, tendo sido, nestes dois indicadores, a melhor classificada portuguesa.           

António Curado, Pró-Presidente do IPVC para a Sustentabilidade e Património, considera que "este posicionamento meritório permite transmitir uma mensagem interna e externa de que estamos a transformar-nos num campi cada vez mais sustentável, verde e detentor de infraestruturas de qualidade".

Desde há três anos que o Politécnico de Viana do Castelo integra este ranking. Por comparação com o ano anterior, subiu duas posições a nível nacional e cento e setenta e nove a nível mundial.

Segundo Ana Sofia Rodrigues, Pró-Presidente do IPVC para a Qualidade, a sustentabilidade é uma marca do IPVC, pois enquadra-se nos Objetivos Estratégicos da instituição, que estão alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) preconizados na Agenda 2030, e consubstancia-se no "Campus Sustentável e Inclusivo IPVC", um dos eixos-chave do seu Plano Estratégico.

"Os resultados que temos vindo a obter no GreenMetric resultam de um programa sustentado, através do qual o IPVC tem realizado fortes investimentos em várias áreas, incluindo na sensibilização ambiental e na implementação de mecanismos de gestão de resíduos e de consumos sustentáveis", explica.

Merecem destaque o Guia de Boas Práticas Ambientais, os relatórios de Consumos Anuais, o desenvolvimento e certificação do Sistema Integrado de Qualidade e Responsabilidade Social, que permitiu alavancar as ações de sustentabilidade social, ambiental, mobilidade e consumos sustentáveis, o Projeto Escola-Inclusiva, o Eco-Escolas, bem como o Projeto Refill H2O, que obteve a melhor classificação no Programa "Ambiente, Alterações Climáticas e Economia de Baixo Carbono", o IPVC Concilia, o Projeto Intervenção na Promoção de Estilos de Vida e Cidadania+ (INPEC+), um dos vencedores das Academias Gulbenkian do Conhecimento 2020, etc.

No domínio da sustentabilidade ambiental, o IPVC tem um conjunto de investimentos em curso relacionados com eficiência energética, financiados pelo POSEUR, que visam a melhoria do desempenho energético dos seus edifícios, reduzindo o consumo energético e as emissões de gás de efeito estufa. Também tem ações práticas na área da gestão dos recursos hídricos, na área da reciclagem e reutilização de resíduos. A nível da mobilidade sustentável, destaca-se o projeto U-BIKE, BUS-Académico e a aquisição de veículos elétricos com instalação de postos de carregamento.

O IPVC também tem conquistado importantes prémios na área da Responsabilidade Social. Mais recentemente, arrecadou o Prémio Santander Uni.Covid-19 com o projeto Janelas ConVida. Em 2019, venceu o ERP Eco Sustainability Award, com o desenvolvimento de um Depositrão (antirroubo), e também o Novo Verde Packaging Universities Award, com CAFE - Consciência Ambiental para o Fim das Embalagens. Em 2018, foi Prémio Academia Grace, com o Sistema de auxílio e melhoramento à mobilidade de pessoas invisuais, e Prémio de Voluntariado Universitário promovido pelo Santander Universidades Portugal-Projeto, com a Escola Inclusiva IPVC.

Ainda para António Curado, "a participação em diversas redes tem possibilitado a partilha de boas práticas e o desenvolvimento de parcerias para a implementação dos ODS."

O IPVC é sócio coletivo da Associação Portuguesa de Engenharia Sanitária e Ambiental (APESB), é membro do Centro Habitat − Cluster Habitat Sustentável, da Rede Campus Sustentável (RCS), da Rede de Voluntariado Universitário (R-VES), do Observatório de Responsabilidade Social de Instituições de Ensino Superior (ORSIES), da Principles for Responsible Management Education (PRME), do Healthy Campus programme, da FISU, entre outros.

Deixa o teu comentário