Braga, segunda-feira

Portugal coloca 1.181 ME em dívida e juros a seis anos passam para positivos

Economia

11 Março 2020

Lusa

Portugal colocou hoje 1.181 milhões de euros, abaixo do máximo indicativo, em Obrigações do Tesouro a seis e 10 anos, com a taxa de juro a passar para positiva no prazo mais curto e a cair no mais longo.

Segundo a página do IGCP, agência que gere a dívida pública, na agência Bloomberg, foram colocados 681 milhões de euros em Obrigações do Tesouro (OT) com maturidade em 15 de outubro de 2025 (cerca de seis anos) à taxa de juro de 0,059%, superior à taxa de juro de -0,057% verificada no anterior leilão comparável de 12 de fevereiro. A procura cifrou-se em 1.111 milhões de euros, 1,63 vezes o montante colocado.
 

No anterior leilão comparável de OT a seis anos, Portugal colocou em 12 de fevereiro 564 milhões de euros a juros negativos de -0,057% e a procura cifrou-se em 1.369 milhões de euros, 2,43 vezes o montante colocado.
 

Com maturidade em 18 de outubro de 2030 (cerca de 10 anos), Portugal colocou também hoje 500 milhões de euros à taxa de juro de 0,426%, inferior à registada no anterior leilão comparável, em 08 de janeiro, quando foram colocados 4.000 milhões de euros em OT a 10 anos à taxa de juro mínima de 0,499%.
 

Neste leilão de janeiro, a procura cifrou-se em 25.000 milhões de euros e a operação foi sindicada, já que o IGCP mandatou o Citi, o Deutsche Bank, o Goldman Sachs, o HSBC, o J.P. Morgan e o Novo Banco como gestores da colocação.
 

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) anunciou que hoje realizava dois leilões de OT com maturidade em 15 de outubro de 2025 e em 18 de outubro de 2030, com um montante indicativo global entre 1.000 milhões de euros e 1.250 milhões de euros.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho