Braga, sábado

Posto fixo com capacidade para realizar até 600 testes rápidos à Covid

Regional

22 Dezembro 2020

Redação

Estrutura entrou ontem em funcionamento no Sameiro e tem capacidade para realizar até 600 testes diários com resultados ao fim de 10 minutos.

A Cruz Vermelha Portuguesa abriu ontem, no Sameiro (junto ao Hotel João Paulo II), um posto fixo para a realização de testes à Covid-19. Neste novo posto, com circuitos de drive-trough (de carro) e de walk-trough (a pé), são realizados testes antigénio de resposta rápida que podem ser prescritos, a título gratuito, por médicos do Serviço Nacional de Saúde desde 9 de Novembro, estando ainda aberta a possibilidade de realização de testes a título particular, sendo que neste caso o utente terá de pagar um valor de 20 euros.


A estrutura funcionará diariamente das 10 às 20 horas, e aos sábados e domingos das 9 às 13 horas.
 

 Nos dias 24 e 31 a estrutura estará também aberta das 9 às 13, devido ao volume de pedidos que a Cruz Vermelha tem recebido.


O agendamento é feito online, através do site da Cruz Vermelha, sendo atribuído ao utente um código que terá de ser apresentado à chegada ao posto, ou ainda através do número 1415.


O pagamento é feito no local, através de multibanco ou em numerário.


O resultado do teste é obtido ao fim 5 a 10 minutos, sendo comunicada ao utente através de um SMS.
 

 Está previsto a realização de 300 testes diários, mas a estrutura tem plena capacidade, em caso de surto significativo, de aumentar para os 600 testes por dia “sem dificuldade”.


Gonçalo Orfão, coordenador Nacional de Emergência da Cruz Vermelha, justificou que a opção de fazer somente testes rápidos nesta estrutura se deve ao facto de haver já uma resposta local para a realização de testes moleculares (RT-PCR). “Se houver essa necessidade, e é algo que temos de articular com a ARS Norte, também temos a possibilidade de dar essa resposta”, garante


Durante a visita ao posto fixo que ontem entrou em funcionamento, o presidente da câmara de Braga diz que esta é mais uma resposta que vem aumentar a capacidade de testagem. Ricardo Rio assume que a realização de testes rápidos têm vantagens não só ao nível dos custos como também da celeridade de resposta “que nos permite actuar mais rapidamente”, sendo, por isso, “uma medida de segurança, do ponto de vista da saúde pública, extremamente útil”.
 

 Também o Arcebispo de Braga congratulou-se com a instalação deste posto em espaço e estruturas cedidas pela arquidiocese, uma demonstração “da disponibilidade de colocarmos ao serviço da comunidade aquilo que a arquidiocese dispõe”.

Deixa o teu comentário