Braga, sexta-feira

Programa cultural anima caminhenses

Regional

08 Julho 2021

Redação

Município de Caminha aposta na criação de programa de Verão de 2021 que dinamiza diferentes projetos no concelho. A iniciativa conta com diversas exposições, muita música e passeios a cavalo.

Para este Verão, o Município preparou um Programa Cultural que terá como principal fio condutor a música. Trata-se de um projecto adaptado às imposições da DGS que pretende enaltecer o concelho.

A iniciativa arranca já hoje, dia em que se celebra o 97.º aniversário de Vila Praia de Âncora com as Noites da Vila, ao som de Neev, compositor, multi-instrumentista, interprete e escritor, um dos mais internacionais artistas portugueses.

As Noites da Vila continuam até 11 de Julho, com quatro actuações únicas, a terem lugar no Dólmen da Barrosa, um local megalítico e património inestimável nacional.

Amanhã sobe ao palco Linda Martini, dia 10 Capitão Fausto e dia 11 Samuel Úria, sendo que todas as actuações têm lugar pelas 22 horas.

Este é o primeiro festival de música em Vila Praia de Âncora, durante quatro dias sucessivos, que acontecerá num local emblemático para a história da Vila.

Para além dos projectos que o programa cultural apresenta, a dia 24 de Julho A Feira Medieval vai ser lembrada com a iniciativa ‘Caminha Medieval’ que inclui a conferência ‘O Caminho Português da Costa - Rotas, protagonistas e evidências no concelho de Caminha’ e o concerto de Música Medieval ‘Sons da Suévia’.

Depois, nas noites de 5 e 19 de Agosto, os caminhenses vão ser surpreendidos com ‘Noites ao piano com maestro António Victorino d’Almeida’.

Para quem gosta de arte, vai haver também várias exposições disponíveis: ‘Tempo depois do tempo’ do fotojornalista Alfredo Cunha, e de Agosto a Novembro, a Torre do relógio em Caminha terá patente ‘Fronteiras de água’, exposição comemorativa.

Para além destas duas exposições, pela Galeria de Arte Caminhense vão passar diversos artistas.

O Programa celebra os 50 anos do Festival de Vilar de Mouros, que prestará tributo aos Caminhos de Santiago e dará nova vida a velhas rubricas, como é o caso de ‘discos perdidos’.

Deixa o teu comentário