Braga, sexta-feira

PS/Braga critica apoios sucessivos a séres televisivas, Rio mantém aposta

Regional

05 Julho 2021

Lusa

Os vereadores do PS na Câmara de Braga criticaram hoje os cerca de 100 mil euros já investidos este ano pelo município no apoio à rodagem de séries televisivas no concelho, admitindo que já chega de aposta no naming Braga.

Na resposta, o presidente da Câmara, Ricardo Rio, disse que o município vai continuar a apostar naquele tipo de iniciativas, por achar que se trata de “um investimento bem feito” na projeção da cidade.
 

A troca de argumentos surgiu a propósito da votação de uma proposta para atribuição de apoio até ao máximo de 40 mil euros, para comparticipação nas despesas de alojamento da equipa que vai filmar, em Braga, uma série para a RTP.
 

Em causa estão oito episódios de aproximadamente 45 minutos cada, que têm como propósito “dar um retrato realista de Braga”, como sendo “uma cidade cheia de vida e de futuro, que vive com o peso tradicional da Igreja católica e que ao mesmo tempo de lidar com integração de minorias, como a cigana”.
 

O vereador do PS Artur Feio mostrou-se a favor da “alavancagem da imagem turística da cidade”, mas sublinhou que Braga não se pode transformar num “microclima favorável” para acolher todas essas produções.
 

Artur Feio disse que este ano o apoio já vai em cerca de 100 mil euros para duas produções e que não sabe “quanto mais virá para a frente”, defendendo que “já chega” de investimento no “naming Braga”.
 

“De repente, parece que estão criadas as condições para Braga ser a capital das séries televisivas em Portugal. Não se pode deixar vingar a ideia de ‘não temos dinheiro, vamos filmar a Braga’”, referiu.
 

Disse ainda que 100 mil euros podiam ser utilizados em muitos investimentos de que a cidade carece.
 

O presidente da Câmara, Ricardo Rio, disse que nos dois últimos anos o município já terá investido 150 mil euros no apoio a série televisivas e adiantou que a aposta será para continuar.
 

“Temos plena convicção de que este é um investimento bem feito”, referiu, sublinhando que a colocação da imagem de Braga e das suas vivências “em produtos televisivos de cinema de qualidade é uma forma muito interessante de projetar a cidade e a tornar mais atrativa”.
 

Disse ainda que o apoio da Câmara se traduz em dinheiro que será gasto em hotéis locais e salientou o retorno que as filmagens na cidade representa para o comércio, a restauração e a hotelaria locais.
 

O apoio de até 40 mil euros à série, que ainda não tem nome, acabou por ser aprovado por unanimidade.

Deixa o teu comentário