Braga, sexta-feira

PSD apresenta projeto de resolução pela eliminação do pórtico do Neiva, na A28

Regional

06 Fevereiro 2020

Lusa

Onze deputados do PSD, três dos quais eleitos pelo Alto Minho, são os autores de um projeto de resolução que recomenda ao Governo a eliminação do pórtico de Neiva, na autoestrada A28, entre Viana do Castelo e o Porto.

Em comunicado hoje enviado à agência Lusa, o deputado Jorge Mendes, eleito pelo círculo de Viana do Castelo, referiu que o projeto de resolução deu entrada na Assembleia da República no dia 02, tendo sido admitido na quarta-feira.
 

Em causa está o pórtico de Neiva da autoestrada A28, antiga SCUT (Sem Custos para o Utilizador) que liga Viana do Castelo ao Porto, situado à entrada de uma zona industrial da capital do Alto Minho e que é considerado "entrave" à atividade empresarial da região
 

Os autores do documento referem que a eliminação daquele pórtico "é uma velha reivindicação de todo o Alto Minho".
 

"Passados nove anos desde a introdução de portagens na A28, e dois anos após a entrada da Petição 425/XIII/3.ª na Assembleia da República, tudo permanece na mesma, com a existência de portagens e manutenção deste pórtico", sustentam Jorge Mendes, Eduardo Teixeira, Emília Cerqueira, Afonso Oliveira, Cristóvão Norte, António Topa, Emídio Guerreiro, Filipa Roseta, Hugo Martins de Carvalho, Isabel Lopes e Sofia Matos.
 

Segundo aqueles deputados, "as primeiras portagens nas antigas SCUT foram introduzidas por um Governo socialista, em 2010 e está agora, também, nas mãos do mesmo Partido Socialista a possibilidade de rever e encontrar uma solução para a localização do pórtico do Neiva".
 

"Este pórtico traz grandes prejuízos a todo o Alto Minho, em especial aos utentes regulares, nomeadamente aos trabalhadores e às empresas instaladas nas zonas industriais adjacentes", destacam.
 

Segundo os deputados sociais-democratas, "na última campanha eleitoral, todos os partidos, com assento parlamentar, defenderam a necessidade de eliminar o pórtico do Neiva, na A28 e alguns mesmo o fim das portagens na A28".
 

"O PSD Alto Minho considera que é a hora de se dar cumprimento à vontade manifestada por todas as forças políticas da região. O PSD Alto Minho considera que a região está a ser prejudicada por este Governo, relativamente ao conjunto do país. Há uma clara diferenciação negativa, relativamente ao Alto Minho, com redução das portagens aplicadas ao interior do país, excluindo o distrito de Viana do Castelo", argumentam.
 

Os deputados defendem "não existir justificação económica para manter esta taxação sobre as gentes e as empresas do Alto Minho", por consideraram que "nos últimos anos, fruto das reformas do Governo PSD/CDS, da conjuntura externa favorável e ação do atual Governo, a dinâmica da economia aproxima-se de valores anteriores à crise de 2010 e o défice do Estado cumpre as orientações da União Europeia".

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho