Braga, segunda-feira

Publicada em DR resolução do CM que define recuo de Cabeceiras de Basto

Regional

07 Maio 2021

Lusa

A resolução do Conselho de Ministros que estabelece que Cabeceiras de Bastos recua no processo de desconfinamento no âmbito da pandemia da covid-19 foi hoje publicada em Diário da República.

O concelho de Cabeceiras de Bastos, no distrito de Braga, vai recuar no processo de desconfinamento decorrente da pandemia, por causa da incidência do SARS-CoV-2, enquanto os municípios de Carregal do Sal, Odemira, Paredes e Resende continuam sem avançar para a próxima fase.
 

O recuo de Cabeceiras de Basto no desconfinamento tem é baseado na incidência superior a 240 infeções por 100.000 habitantes.
 

Assim, Cabeceiras de Basto e Paredes estão agora na terceira etapa de desconfinamento, aplicada para a generalidade do país em 19 de abril, enquanto Carregal do Sal e Resende estão na segunda fase do plano, aplicada em 05 de abril.
 

Já as freguesias de São Teotónio e Longueira – Almograve, no município de Odemira, que continuam com uma cerca sanitária, estão na primeira etapa de desconfinamento, aplicada em 15 de março.
 

A generalidade de Portugal continental continua no processo de desconfinamento, iniciado em 01 de maio.
 

Esta fase pressupõe que os restaurantes estejam abertos e os espetáculos decorram até às 22:30, o comércio em geral até às 21:00 durante a semana e até às 19:00 ao fim de semana e feriados.
 

Os restaurantes, cafés e pastelarias podem funcionar com limitação de seis pessoas por mesa no interior e dez pessoas por mesa nas esplanadas.
 

Todas a modalidades desportivas podem ser praticadas, assim como toda a atividade física ao ar livre. A lotação para os casamentos e batizados pode ser até 50%.

Deixa o teu comentário