Braga, quarta-feira

Relatório de contas melgacense foi aprovado

Regional

28 Junho 2021

Fábio Moreira Fábio Moreira

Assembleia Municipal aprovou a prestação de contas da Câmara Municipal de Melgaço, referente ao ano de 2020. Relatório com dois destaques fundamentais para aprovação: diminuição da dívida e redução do montante de pagamentos em atraso.

A Assembleia Municipal de Melgaço aprovou a prestação de contas do exercício de 2020 apresentado pelo executivo melgacense. O presidente da autarquia do Alto Minho afirma que Melgaço mostrou “rigor e racionalidade” na gestão do ano transacto.
«O executivo municipal tem assumido a gestão da autarquia, apostando no reequilíbrio financeiro, como foi demonstrado pela evolução da dívida nos mapas apresentados aos deputados, sem prejuízo da qualidade dos serviços prestados aos munícipes», afirmou Manoel Batista.
Do documento apresentado em assembleia municipal destacam-se dois eixos fundamentais e reveladores das apostas de racionalidade e rigor do executivo melgacnse: a diminuição do endividamento a médio e longo prazo e a redução do montante de pagamentos em atraso para 201.618,04€, sendo que em 2014 ascendia a um valor superior a um milhão de euros.
De referir ainda que, no exercício económico de 2020, a execução da receita, num montante superior a 13 milhões de euros , situou-se nos 70%, tendo atingido 90,15% na receita corrente e de 32.90% na receita de capital, sendo que esta taxa de execução orçamental na receita de capital demonstra a continuidade de execução e finalização de algumas obras candidatas ao quadro comunitário Portugal 2020.
Em 2020, a execução da receita teve um ligeiro aumento em comparação com o ano anterior, apesar da diminuição da receita corrente em determinadas rubricas por força das medidas adotadas no âmbito da pandemia da Covid-19, nomeadamente, isenções de taxas por ocupação da via pública, publicidade de feiras e mercados, isenção de rendas de habitação e de outros espaços pertencentes ao município melgacense.

Deixa o teu comentário