Braga, sexta-feira

Ricardo Rio afirma que mercado provisório foi opção deste executivo

Regional

31 Dezembro 2019

Lusa

Ricardo Rio rejeita que os custos acrescidos pelo atraso na obra do mercado municipal sejam imputados directamente ao mercado provisório, lembrando que estas instalações provisórias no Campo da Vinha foram opção deste executivo municipal.

Prevista para início do próximo ano, a obra de requalificação do mercado municipal de Braga deverá ficar concluída no São João de 2020.


O plano de trabalhos e prorrogação do prazo da obra de reabilitação e ampliação do mercado municipal em 126 dias foi aprovado ontem, a reunião do executivo municipal de Braga, com a abstenção do PS e da CDU.
 

Ricardo Rio explica que este atraso na conclusão da obra prende-se com o facto “de o mercado ter estado em funcionamento quase até ao arranque das obras e daí que não fosse possível fazer alguns estudos estruturais que no decorrer na obra detectaram algumas patologias que foram necessárias corrigir e até alterar o próprio projecto e isso fez resvalar o prazo de conclusão do mercado até ao final de Maio e ter o mercado em pleno funcionamento em altura do S. João”. Um atraso de quatro meses que levou o PS a questionar o acréscimo de custos do mercado provisório que, segundo a vereadora socialista, Helena Teixeira, “rondará 160 mil euros a 1 milhão previsto, sendo que o custo total da obra ronda os 6,5 milhões de euros”. A vereadora do PS lembrou ainda “que nos trabalhos a mais não estão incluídos eventuais indemnizações que o empreiteiro terá direito a pedir por manutenção do estaleiro para além do prazo que estava inicialmente contratualizado”.
 

O presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, esclareceu que “o custo acrescido do mercado provisório não pode ser directamente imputado”, lembrando que “foi uma opção política que este executivo tomou de dar continuidade ao trabalho dos operadores que estavam no mercado municipal”. E acrescentou que “podíamos ter interrompido a actividade, tal como aconteceu na feira. Tentamos atender às pretensões dos comerciantes em termos de localização e conseguimos esta solução que tem sido muito positiva. É o prelúdio de uma nova vida que o mercado municipal terá nas novas instalações”, vincou o autarca bracarense.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho