Braga, terça-feira

Rio Minho deve ser alvo de Intervenção Integrada

Regional

10 Janeiro 2020

Redação

Objectivo é promover a coesão territorial e o desenvolvimento integrado do território transfronteiriço até 2030.

O Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial do Rio Minho (AECT Rio Minho) solicitou recentemente, à Secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, a aplicação de uma Intervenção Territorial Integrada (ITI). O encontro decorreu em Vila Nova de Cerveira e contou com as presenças de Fernando Nogueira, presidente da Câmara Municipal, e de Uxío Benítez director do AECT Rio Minho).

O objectivo é contribuir para a coesão e para o desenvolvimento integrado do território transfronteiriço.

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira, Fernando Nogueira (que também desempenha o cargo de ice-presidente do AECT Rio Minho), referiu que “além de trazer uma nova energia na procura de soluções conjuntas para a resolução e eliminação dos ainda persistentes obstáculos à permeabilidade transfronteiriça, designadamente nas áreas da saúde, dos transportes e da educação, encontra-se perfeitamente enquadrado com as políticas nacionais e europeias no âmbito da Coesão Territorial. O Rio Minho Transfronteiriço tem um território de intervenção adequado, uma estratégia de desenvolvimento participada, um instrumento de governança robusto (AECT Rio Minho), uma vasta tradição e experiência na gestão de projectos de cooperação transfronteiriça apoiados pelos fundos comunitários e, acima de tudo, tem vontade política”.

O presidente do AECT Rio Minho, Uxío Benítez, destacou que “torna-se fundamental que, para o período 2021-2027, os territórios transfronteiriços possam aplicar a figura da ITI (Intervenção Territorial Integrada) transfronteiriça, promovendo um programa de acção concertado e articulado”.

A Secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, manifestou a vontade de colaborar com o AECT Rio Minho, tendo em conta que os AECT’s, como instrumentos privilegiados de cooperação, poderão desempenhar no próximo período de programação de fundos comunitários 2021-2027.

O AECT Rio Minho está já a colaborar em três projectos co-financiados pelo Programa Inteeeg V A, com vista à promoção do património cultural e natural transfronteiriço; a articulação do espaço comum e aumento da coesão institucional no seu território; a promoção do território do AECT Rio Minho no exterior para a valorização das potencialidades dos recursos endógenos; e a criação e consolidação da marca turística transfronteiriça Rio Minho.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho