Braga, sexta-feira

Rúben Amorim diz desconhecer alegado interesse do Sporting

Desporto

29 Fevereiro 2020

Redação

O treinador do Sporting Clube de Braga, Rúben Amorim, disse hoje desconhecer um alegado interesse do Sporting na sua contratação e frisou ter contrato com o clube minhoto, lembrando que "o futebol é cada vez mais o momento".

O treinador do Sporting Clube de Braga, Rúben Amorim, disse hoje desconhecer um alegado interesse do Sporting na sua contratação e frisou ter contrato com o clube minhoto, lembrando que "o futebol é cada vez mais o momento".

O técnico, que falava na antevisão da deslocação ao terreno do Marítimo, domingo, da 23.ª jornada da I Liga, foi questionado sobre o alegado o interesse do Sporting na sua contratação para a próxima época, tendo referido não ter sido contactado pelo clube ‘leonino' e não saber "de nada".

"O meu foco é jogo a jogo, sou treinador do Braga, não sei de nada, essas notícias passam-me completamente ao lado, como passou toda a polémica no início do meu trabalho aqui [sobre falta de habilitações para ser treinador principal]. Tenho tanto para fazer e estou completamente focado no próximo jogo", disse.

Questionado sobre se podia garantir que será o treinador dos minhotos na próxima temporada, respondeu: "nós daqui a pouco vamos andar de avião, eu sei lá se... não sabemos o dia de amanhã, hoje sou treinador do Braga, tenho contrato com o Braga, sou muito feliz aqui”.

“Estou é a preparar o próximo jogo porque, como até li em algumas notícias, se perder dois jogos estou quase despedido, está tudo mal quando se perde um jogo, o futebol é cada vez mais o momento", prosseguiu o técnico.

Os bracarenses chegam ao jogo depois de perderem em casa com o Rangers (1-0), na quarta-feira, na segunda mão dos 16 avos de final, num resultado que ditou a eliminação da Liga Europa, e Rúben Amorim admitiu que "foi um golpe que é normal que os jogadores sintam”, mas garantiu que “esse jogo está fechado".

"No campeonato, estamos bem e é isso que nos move. O mínimo é o terceiro lugar? O mínimo é entrar em todos os jogos para vencer, se não mudarmos a nossa maneira de ser, e eu não vou mudar, porque penso que devemos levar o futebol assim, um jogo de cada vez. Não vou dizer se pensamos no terceiro ou no quarto, vamos fazer tudo para ganhar e o futebol tem muitas coisas que não controlamos", disse.

O técnico considerou que as duas derrotas com o Rangers não vão colocar dúvidas nos jogadores.

"O Braga não vinha de um ciclo muito positivo - está num ciclo muito positivo. Perdeu com o Rangers, mas assumiu sempre as despesas do jogo, não mudou cá e lá, se calhar até foi uma das razões para ter sido eliminado. O Rangers só defendeu nos dois jogos. Os meus jogadores têm de fazer tudo igualzinho nas vitórias e nas derrotas", afirmou.

Sobre o Marítimo, disse que "tem tido uma evolução muito grande, melhorou em todos os aspetos do jogo e não merecia ter perdido o último jogo [1-0 com Belenenses SAD]".

"Vai jogar em casa diante de uma equipa que não perde há muito tempo, o que é uma motivação extra. É uma equipa muito bem trabalhada e espero um jogo muito difícil, face ao uma equipa que vai jogar com pressão dos pontos, mas mais liberta, porque joga com uma equipa forte e que todos querem vencer", explicou.

O defesa internacional Rolando, que estava sem clube, reforçou o plantel dos ‘arsenalistas' na quinta-feira e Rúben Amorim, que jogou com o central no Belenenses, destacou a muita experiência do jogador de 34 anos, que não joga há cerca de um ano.

"Ele não vem só para passar experiência, é um jogador que nos pode ajudar em certos aspetos do entendimento do jogo. Esteve parado, mas está em forma, tivemos o cuidado de fazer todos os testes, e ele aceitou de bom grado. Para um clube que aposta na formação, é importante ter estes jogadores, é importante para o [David] Carmo ou o Anthony falarem e treinarem todos os dias com o Rolando", disse.

Para o treinador, "no futebol, todas as pequenas coisas fazem a diferença", pelo que entendeu "que faltava alguém no plantel como o Rolando, que vem para jogar e dar esse ‘toque' do que é ganhar títulos e jogar consecutivamente para ganhar".

Rúben Amorim voltou a abordar a situação de Wilson Eduardo, depois de, na semana passada, ter referido que o jogador não era opção por estar em final de contrato.

"Eu disse que era um dos fatores, há também os técnico-táticos. A minha preocupação é a relação com o jogador, sou muito honesto, e ele está tranquilo, pelo que sei, trabalho com ele todos os dias. É óbvio que não é uma situação benéfica para ele, mas o futebol é como é e volto a frisar que é um dos fatores, porque há outros jogadores que não vão continuar no próximo ano e jogam. Obviamente, eu não sou maluco e foi isso que quis transmitir, porque era injusto as pessoas não perceberem que esse era um dos fatores", detalhou.

Sporting Clube de Braga, terceiro classificado, com 40 pontos, e Marítimo, 13.º, com 24, defrontam-se a partir das 17:30 de domingo, no Estádio do Marítimo, em encontro da 23.ª da I Liga portuguesa de futebol.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho