Braga, terça-feira

Sá Pinto diz que receção ao Besiktas "é jogo de tripla"

Desporto

06 Novembro 2019

Lusa

O treinador do Sporting de Braga, Ricardo Sá Pinto, defendeu hoje que a receção ao Besiktas, na quinta-feira, para a quarta jornada do grupo K da Liga Europa de futebol, "é um jogo de tripla".

Com seis vitórias e um empate na Liga Europa, contando com as fases de qualificação, o Sporting de Braga lidera o grupo e, em caso de triunfo, fica muito perto de assegurar a passagem aos 16 avos de final da prova.
 

"Temos uma grande oportunidade de passar à fase seguinte e não a queremos perder, não é uma obrigação, mas é um desejo, porque somos ganhadores, somos o Braga e em todos os jogos queremos conquistar a vitória", disse Sá Pinto, em conferência de imprensa.
 

A equipa ‘arsenalista’ não vive um bom momento, depois de uma derrota e um empate na I Liga (2-0 com o Boavista e 2-2, em casa, com o Famalicão), o que motivou alguma contestação dos adeptos no final do último jogo.
 

"Uma equipa tem que ter uma identidade de jogo, nós temos claramente e não abdicamos dela. Temos sido superiores aos adversários e criado muitas oportunidades de golo. São fatores para que não fuja deste caminho, mais tarde ou mais cedo seremos cada vez melhores e mais fortes. Temos tido muita infelicidade, mas também temos coisas a corrigir e estou cá para isso. Divirto-me a ver a minha equipa e eles divertem-se a jogar", disse.
 

Ricardo Sá Pinto disse esperar um Besiktas "forte”, depois de duas vitórias seguidas no campeonato, razão pela qual considerou que o confronto com os turcos “é um jogo de tripla".
 

"O fator casa não é fundamental. O Besiktas começou como cabeça de série, no ranking está melhor que todos, e veja-se onde está. Amanhã [quinta-feira] é outro jogo, onde tudo pode acontecer. O Besiktas quer mudar a sua imagem porque, matematicamente, ainda pode [qualificar-se] e vai acreditar que é possível, vêm no seu melhor", advertiu.
 

O treinador disse ainda que a Liga Europa não torna o Sporting de Braga mais competitivo.
 

"Somos muito competitivos [na I Liga], tem faltado eficácia e havido um ou outro momento de desconcentração. Não existe uma diferença de mentalidade e de abordagem, mas na liga, tirando alguns jogos, temos assumido as despesas do jogo e isso obriga a expor-nos mais. Na Liga Europa não temos essa obrigação, em termos estratégicos também jogamos em função disso e permite-nos ter outra abordagem. Uma coisa é provocar o erro e outra é esperar pelo erro", disse.
 

Questionado sobre se o jogo com os turcos pode ser decisivo para a sua continuidade no cargo, respondeu apenas não ter “essa informação".
 

No final do empate com o Famalicão, o presidente António Salvador frisou que a equipa tem que, "forçosamente", subir na tabela classificativa, na qual é 10.ª classificada, e que representar o Sporting de Braga "significa sentido de responsabilidade".
 

"Todos conhecemos a personalidade do presidente, ele gosta, tal como eu, de ganhar sempre e tudo fazemos para isso, mas, infelizmente, não podemos ganhar sempre. Estou 100% de acordo com ele, temos que estar noutra posição e temos que assumir essa responsabilidade e eu assumo-a, mas também sei que, mais tarde ou mais cedo, vamos lá chegar", comentou Sá Pinto.
 

Galeno, autor dos dois golos dos bracarenses frente ao Famalicão, considerou que a equipa tem que ser mais eficaz no campeonato "e ter um pouco mais de vontade".
 

Quanto ao Besiktas, frisou que é "uma equipa forte”. “No primeiro jogo, sofremos um pouco, mas conseguimos ganhar. Tenho a certeza que não vai ser um jogo fácil, temos que estar sempre ligados e entrar concentrados no jogo", defendeu.
 

Sporting de Braga é líder do grupo K, com sete pontos, mais um do que o Wolverhampton, treinado pelo português Nuno Espírito Santo. O Slovan Bratislava é terceiro, com quatro pontos, e o Besitkas ocupa a última posição, sem pontuar.
 

Os minhotos recebem o Besiktas a partir das 20:00 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, jogo que será arbitrado pelo lituano Gediminas Mazeika.

Deixa o teu comentário