Braga, segunda-feira

Sá Pinto espera um Spartak de Moscovo ao nível dos 'grandes' em Portugal

Desporto

21 Agosto 2019

Lusa

O treinador do Sporting de Braga, Ricardo Sá Pinto, disse hoje que os jogos do play-off de acesso à Liga Europa de futebol com o Spartak de Moscovo serão tão difíceis como os embates com os grandes portugueses.

Sem dúvida, será um jogo da mesma exigência [como com Benfica, FC Porto e Sporting]. Será um jogo muito difícil para nós, mas também para eles. É uma equipa muito madura, com jogadores internacionais nos diversos setores, com experiência e qualidade, muito perigosa no contra-ataque e no ataque rápido", disse na conferencia de imprensa de antevisão da partida da primeira mão, que se realiza na quinta-feira, em Braga.
 

O técnico quer, por isso, um Braga muito cuidadoso: "temos que ser equilibrados em todos os momentos e agressivos defensivamente e não dar espaço a jogadores como Schurrle, Bakaev ou Ponce", disse.
 

Para Sá Pinto, "os detalhes vão fazer a diferença nesta eliminatória", considerando que "as duas equipas têm valor para passar à fase de grupos".
 

"É importante fazer um bom resultado e isso passa por não sofrer e marcar: é o resultado que queremos para amanhã (quinta-feira)", afirmou.
 

A Rússia é sexta classificada no ‘ranking’ da UEFA e Portugal sétimo e, para Sá Pinto, esse é outro motivo para querer bater os moscovitas.
 

"Queremos fazer as duas coisas, ajudar o Braga a entrar na fase de grupos e Portugal através dessa qualificação", disse.
 

O técnico não quis revelar se vai fazer alterações em relação ao ‘onze’ que começou o jogo em Alvalade, contra o Sporting, no domingo (derrota por 2-1), mas frisou que, seja qual for a equipa, isso não significa fazer gestão.
 

"Não faço gestão, faço uma convocatória a pensar que aqueles jogadores são os melhores para aquele jogo. Tenho muitos e bons jogadores, mas não os posso meter a todos. Estou muito satisfeito com a prestação de todos. Na quinta-feira jogarão os que têm as características ideais para começar este jogo", disse.
 

Já o extremo Ricardo Horta frisou a vontade da equipa em chegar à fase de grupos.
 

"O Braga está a querer chegar perto dos ‘grandes’ e temos de estar nas competições europeias para mostrar quão fortes somos, vamos lutar por isso", garantiu.
 

O Spartak de Moscovo já leva oito jogos oficiais esta época, o dobro dos do Braga, mas o jogador português considera que a equipa está preparada fisicamente para o embate.
 

"Estamos com muita ambição e ilusão para jogar este jogo, é um jogo difícil, mas é destes jogos que gostamos [e são estes] nos fazem crescer. Todo o plantel está pronto para jogar e certamente vamos fazer dois grandes jogos para esta grande equipa", disse.
 

Questionado pelos jornalistas russos sobre a importância da Liga Europa para as equipas portugueses, Sá Pinto respondeu: "Em Portugal não descuramos nada, não abdicamos de nada, tudo é importante".
 

Sporting de Braga e Spartak de Moscovo defrontam-se a partir das 19:45 de quinta-feira, no Estádio Municipal de Braga, com arbitragem do espanhol Xavier Estrada Fernández.

Deixa o teu comentário