Braga,

São João na semifinal das 7 Maravilhas da Cultura

Regional

17 Agosto 2020

Lusa

Na Gala da semifinal do próximo domingo estará também a Romaria de São João dArga, de Caminha, que ficou também entre os seis apurados.

Depois do segundo lugar arrecadado na final regional do concurso 7 Maravilhas da Cultura Popular Portuguesa, as Festas de São João de Braga garantiram ontem a passagem para a semifinal nacional do concurso, que acontecerá em Loulé já no próximo domingo.


Firmino Marques, presidente da Associação de Festas de São João de Braga, destacou esta passagem como um marco para as festas, que passam agora a competir por um lugar na final. “Esta cerimónia confirmou o que já sabíamos e aquilo em que sempre acreditamos: o São João de Braga é uma maravilha, tal como a história tem demonstrado. O São João de Braga é a maior e mais antiga festa popular de Portugal”, garante.
 

Para que as festas sanjoaninas mais antigas de Portugal possam chegar à final de Bragança, a candidatura deverá ser uma das mais votadas na semifinal do próximo dia 23 de Agosto.


O número de votação mantém-se inalterado (760 207 821), sendo que as linhas abrem já amanhã.


Organizado pelas 7 Maravilhas de Portugal, esta edição dedicada à Cultura Popular tem como categorias o artesanato, artefactos, lendas e mitos, festas e feiras, músicas e danças, rituais e costumes, procissões e romarias.


Outra ‘maravilha’ minhota que marcará presença na semifinal é a Romaria de São João d’Arga, de Caminha, uma das 19 candidaturas que participaram nesta corrida à semifinal em representação do distrito de Viana do Castelo.
 

Esta é conhecida, principalmente, pelas suas danças e cantares e pela beleza típica dos trajes coloridos das suas romeiras, característicos do Alto Minho. Nela encontramos a riqueza das danças como o Vira, a Rosinha, o Malhão, a Góta da Serra d’Arga, a Cana-verde, a Tirana, etc., num encontro espontâneo de grupos de tocadores de concertinas, cantadores e dançarinos aos quais se juntam os romeiros no adro da capela.
 

Assistimos à chegada de grupos – as rusgas – oriundos do concelho de Caminha, dos concelhos vizinhos assim como de diversos pontos do país e da Galiza e que outrora percorriam caminhos da serra descalços. Juntam-se romeiros e peregrinos ao som de concertinas, cantando e dançando, onde não dispensam o merendeiro para prestar homenagem ao patrono de Arga de São João e dando início à caminhada na tarde de 28 de Agosto.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho