Braga, quarta-feira

SC Braga não é apenas futebol, tem também responsabilidade social

Desporto

23 Fevereiro 2021

Ricardo Anselmo

Em período pandémico, atento às necessidades dos que o rodeiam, o SC Braga decidiu doar um dos seus autocarros à Irmandade de S. Bento da Porta Aberta. António Salvador diz que o clube quer estar sempre próximo e pronto a ajudar.

A cerimónia foi simples e discreta, como o momento exige, mas o significado da mesma é bem grande. Atento às necessidades da comunidade, o SC Braga, em articulação com a Arquidiocese, decidiu doar um autocarro com dez anos, de 22 lugares, à Irmandade de São Bento da Porta Aberta. A viatura servia, outrora, as equipas da formação do clube, mas a frota teve de ser renovada e, como explica António Salvador, foi encontrada aqui uma bola solução para que outros pudessem ficar a ganhar.

“Com a pandemia que a todos nos tem afectado, o SC Braga foi obrigado a rever grande parte da sua frota de transportes da nossa formação e, em função disso, tivemos de optar por outros veículos, com outras comodidades. Assim, ao invés de colocarmos este e outros veículos à troca, decidimos doá-los a instituições de cariz social”, começou por explicar o líder arsenalista, prosseguindo.

“Temos trabalhado em conjunto com a Arquidiocese em várias vertentes e decidimos doar este autocarro à Irmandade de S. Bento da Porta Aberta. O SC Braga não é apenas um clube de futebol, tem também uma grande responsabilidade social perante a comunidade, por isso queremos estar cada vez mais próximos e responder afirmativamente às necessidades nos momentos mais difíceis”, salientou António Salvador.

Numa cerimónia que contou, também, com a presença de D. Jorge Ortiga, bem como de outras personalidades da Irmandade (Pe. António Lopes, Reitor da Basílica, Dr, José Arriscado, Director do Hotel e Dr. Fernando Correia, Tesoureiro da Irmandade), o cónego Roberto Rosmaninho Mariz, presidente da Irmandade, não escondeu a alegria pela atitude.

“A Irmandade situa a sua actividade religiosa na vivência do culto. Este autocarro também funciona como um incentivo para que nos sintamos motivados a peregrinar até S. Bento da Porta Aberta. Olhando também à vertente turística do contexto em que estamos inseridos, quando nos foi feita esta proposta recebemo-la com muita alegria. Nós não tínhamos nenhum autocarro e posso assegurar que ele não vai ficar lá parado. Vamos colocá-lo ao serviço da irmandade, não só para fins religiosos, mas também para uma dimensão turística, que o Gerês nos potencia. No fundo, queremos colocar este mesmo autocarro ao serviço das entidades religiosas e sociais da nossa zona, respondendo às necessidades”, asisnalou, terminando de fora bem disposta.

“Muito obrigado e que S. Bento abençoe o SC Braga, para que possa um dia ser campeão nacional”, brincou.

Deixa o teu comentário