Sociedade portuguesa sensibilizada para a libertação da Palestina

Regional

11 Fevereiro 2024

Miguel Viana Miguel Viana

Colectivo para a Libertação da Palestina manifestou-se em Braga.

O colectivo da Libertação da Palestina organizou ontem em Braga, uma acção de protesto contra a ocupação daquele território por Israel. O protesto percorreu algumas ruas da cidade e teve lugar também em Angra do Heroísmo (Açores), Lisboa e Faro. O objectivo foi sensibilizar a população para um cessar-fogo permanente em Gaza, para o fim do cerco à Faixa de Gaza e para o fim do apoio do Estado português a Israel. “Está na hora de por um fim a este apoio cumplice ao Estado de Israel, com apoio financeiro e político. Pedimos, também, a expulsão do embaixador israelita em Porrgual, que faz propaganda sionista”, apontou Paula Cruz, activista do Colectivo da Libertação da Palestina. O que se passa naquele território “é um genocídio”, destacou Paula Cruz.

Catarina Barbosa, do mesmo colectivo, destacou que apesar de ainda haver muita propaganda a favor da ocupação da Palestina por Israel, a popoulação portuguesa está sensibilizada para a libertação da Palestina. “Cada vez há mais pessoas da população a juntarem-se a nós. Em Lisboa, na última manifestação, foram milhares na rua”, disse Catarina Barbosa.

Todas as semanas decorrer uma vigília a favor da libertação da Palestina, em Braga, à sexta-feira, no Largo Barão de S. Martinho, entre as22 horas e a meia noite.

Deixa o teu comentário