Braga, segunda-feira

Sporting de Braga poderá assumir o projeto olímpico do Sporting na canoagem

Desporto

04 Janeiro 2021

Lusa

O presidente da Federação Portuguesa de Canoagem (FPC), Vítor Félix, lamentou hoje que o Sporting tenha abandonado a modalidade, acreditando que o Sporting de Braga pode recuperar esse projeto com duas vagas para Tóquio2020.

“Sei que os atletas estão a procurar outro projeto. O Emanuel Silva, sendo natural de Braga, já encentou contactos com o Sporting de Braga e a câmara municipal para lançar um novo projeto de canoagem no clube minhoto…”, revelou o dirigente, à Agência Lusa.
 

Depois de não ter renovado o contrato com David Varela no fim de agosto, os ‘leões’ fizeram o mesmo no fim do ano com os olímpicos Emanuel Silva e Francisca Laia, além de Kevin Santos: antes, tinham feito o mesmo com Norberto Mourão, atleta já qualificado para os Jogos Paralímpicos.
 

“Estou disponível para ajudar a estabelecer pontes com o Sporting de Braga ou outro clube que venha a nascer na nossa modalidade”, sublinhou o dirigente.
 

Vítor Félix diz que a FPC “vê com bons olhos a entrada de novos protagonistas e personagens na modalidade”, referindo o FC Porto e o Vitória de Guimarães pela sua dimensão no futebol e capacidade para investir em outras modalidades.
 

Independentemente de ser encontrada uma solução, o dirigente acredita que os atletas vão continuar focados na sua missão, no caso de Emanuel Silva e David Varela com um lugar já assegurado em Tóquio2020, enquanto Francisca Laia ainda não abandonou o sonho e tem mais uma oportunidade de ser bem-sucedida.
 

Vítor Félix diz que a entrada dos ‘grandes’ do futebol na canoagem era encarado como “conforto” para os atletas, com uma “tranquilidade financeira” para se prepararem da melhor forma, além da “notoriedade” que trouxeram à modalidade.
 

Aludiu também à rivalidade dos projetos olímpicos de Sporting e Benfica para recear que os ‘encarnados’ também desinvistam na canoagem na renegociação dos contratos com a equipa, na qual se destacam Fernando Pimenta, João Ribeiro, Messias Baptista, Teresa Portela e Joana Vasconcelos.
 

Dos responsáveis do Sporting recebeu o 'feedback' que se trata de uma “questão financeira”, que já tinha levado, por exemplo, ao fim da ligação com o campeão olímpico Nélson Évora e à extinção do remo.
 

“Quando o futebol não está bem (financeiramente), as modalidades e que pagam”, lamentou.
 

Entre os 36 desportistas portugueses já apurados, a canoagem é a segunda modalidade mais representada, com sete, só atrás do atletismo, com oito.
 

Fernando Pimenta, Emanuel Silva, João ribeiro, Messias Baptista, David Varela e Teresa Portela vão competir em regatas em linha, enquanto Antoine Launay o fará em slalom: Norberto Mourão vai fazê-lo nos Jogos Paralímpicos.

Deixa o teu comentário