Braga, terça-feira

Sucesso no contenção da pandemia faz Nova Zelândia emergir de recessão

Internacional

17 Dezembro 2020

Lusa

A Nova Zelândia emergiu da recessão decorrente da pandemia com um crescimento trimestral de 14% entre julho e setembro, de acordo com os números oficiais divulgados hoje.

Este desempenho surge depois de uma quebra de 11% do Produto Interno Bruto (PIB) no trimestre anterior (entre abril e junho).
 

O ministro das Finanças neozelandês, Grant Robertson, esclareceu que esta reviravolta é consequência do sucesso da Nova Zelândia na luta para mitigar a propagação do SARS-CoV-2, com apenas 25 óbitos contabilizados entre os cinco milhões de habitantes do país.
 

“A recuperação da economia é resultado da nossa decisão de agir com vigor e rapidez durante a pandemia”, explicitou o governante, apontando o apoio de “mais de 1,8 milhões de trabalhadores com o Plano de Subsídio ao Salário” e o investimento de “milhares de milhões de dólares em infraestruturas” e na criação de postos de trabalho como fatores para este sucesso.
 

De acordo com a agência governamental do país Statistics New Zealand (Estatísticas da Nova Zelândia), as indústrias de serviços forma a força motriz deste crescimento económico, com um aumento de 42,8% na hotelaria e nos serviços de alimentação.
 

Os neozelandeses também regressaram à normalidade pré-pandemia depois de uma contenção bem-sucedida da covid-19.
 

“Isto resultou no maior aumento trimestral do PIB de todos os tempos na Nova Zelândia”, explicou Paul Pascoe do Statistics New Zealand.

Deixa o teu comentário