Braga, sexta-feira

Talentos da terra garantiram animação das Festas de S. Brás em Areias S. Vicente

Regional

10 Fevereiro 2020

Redação

A prata da casa abrilhantou e encheu de orgulho a freguesia de Areias S. Vicente, em Barcelos, que viu, este fim-de-semana, os filhos da terra a animar as festividades em honra de S. Brás.

A freguesia de Areias de S. Vicente, em Barcelos, viveu este fim-de-semana as Festas em Honra de S. Brás.

A aposta do programa deste ano foi nos talentos da terra.

Na sexta-feira, o espectáculo da banda Opsom - Tiago Cortez & Hugo Castro animou a freguesia. Tiago Cortez é filho da terra, bem como as duas fadistas - Carla Cortez e Vânia Leal que “encantaram” o público com a sua voz, num momento único, logo após a majestosa procissão em honra de S. Brás.

“Este ano, a comissão de festas decidiu apostar nos talentos da terra. O nosso programa está bombástico e bastante completo”, contou Patrícia Costa que integra, pela segunda vez, a comissão de Festas em Honra de S. Brás em Areias S. Vicente.

O dia de sábado foi animado pela arruada de Zés P’reiras de Barcelinhos e à noite a público cantou e dançou animados pela actuação da banda Sons do Minho.

A entrada da Banda do Galo e da Fanfarra de Areias de S. Vicente deu início à tarde de forte pendor religioso com a saída da majestosa procissão pelas ruas da freguesia.

O programa contemplou ainda o sorteio dos prémios que foram angariados ao longo do ano. O feliz contemplado com o primeiro prémio levou para casa um recheado cabaz no valor de 100 euros; o segundo um presunto e o terceiro uma peça decorativa.

As festividades em honra de S. Brás encerraram com uma grande sessão de fogo-de-artifício.

No final, a comissão de festas composta por 9 elementos, sendo que sete são mulheres, confessa que fica “o sentimento de dever cumprido e a esperança que surja uma nova comissão de festas para levar a bom porto a missão de erguer, em 2020, as festividades em Honra de S. Brás de Areias de S.Vicente”.

Patrícia Costa reconhece que “esta é uma missão difícil que exige muita entrega e dedicação e que há, cada vez menos, pessoas a quererem agarrar este tipo de projectos. Dá muito trabalho, temos que trabalhar o ano inteiro, de forma totalmente voluntária, em prol da nossa comunidade”.

Areias de S. Vicente vive festa maior da freguesia

A devoção a S. Brás faz parte das vivências e da memória da comunidade de Areias de S. Vicente.

É este apelo às raízes da freguesia que leva sucessivas comissões de festas a não deixarem cair a tradição de realizar, todos os anos, as festividades em honra de S. Brás. “Cresci aqui ao lado da capela de S. Brás e as festividades fazem parte das minhas vivências”, contou Patrícia Costa, um dos elementos da comissão de festas, realçando que esta “é a festa maior da freguesia. Há muitos devotos de S. Brás e as pessoas gostam de vir à capela nestes dias”.

As festividades tiveram ontem o ponto alto com a a realização dos actos religiosos com o tradicional sermão, ao qual se seguiu a majestosa procissão com vários andores, cuidadosamente, ornamentados, tendo S. Brás como o principal.

O programa religioso iniciou no dia 3 de Fevereiro, que se celebra o dia de S. Brás, com as novenas. Na sexta-feira, dia 7, voltou a realizar-se a novena a S. Brás e na capela de Santo André teve lugar a eucaristia em honra do santo. A comissão de festas encerra, assim, um “ano árduo” de trabalho e muita dedicação às festividades em honra de S. Brás”.

Patrícia Costa conta que, ao longo do ano, realizaram festas temáticas como “magusto, festa das colheitas, festa dos anos 80 com o objectivo de angariar fundos para garantir a grandiosidade das festas em honra de S. Brás”.

No bar, localizado ao lado da capela de Santo André, o menu era variado e convidava a provar. A azáfama das cozinheiras que integram a comissão de festas era grande e prometia uma boa receita, onde faltaram as papas de sarrabulho com rojões à minhota, feijoada, vitela e costela assada. No final, o balanço da comissão foi “muito positivo”.

Comunidade venera protector da garganta

O patrono da freguesia é S. Vicente, mas a população venera e vive, intensamente, as festividades em honra de São Brás.Foi médico, sacerdote e bispo é protector contra os males da garganta e dos animais. Ficou conhecido porque retirou, após uma breve oração, um espinho da garganta de uma criança. Por esse motivo, é padroeiro das doenças da garganta e, no dia de sua celebração a 3 de Fevereiro, as mães levam os filhos para benzerem a garganta. São Brás foi um homem de fé, valoroso médico que não só curava as pessoas de suas doenças, mas também dos males da alma. Tinha grande compaixão dos mais necessitados e usava de seu ofício para ajudar a todos sem discriminação. Foi capturado pelos romanos e decapitado no ano 316, sendo enterrado na cidade de Sebaste, na Turquia.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho