'Talking About My Generation' é apresentado este sábado à tarde. O concerto já se encontra esgotado, mas será antecedido de uma conversa e da inauguração de uma instalação sonora, ambas com entrada gratuita.

Diversos

31 Janeiro 2024

Redação

O Grupo Petrotec anunciou hoje a instalação, em Póvoa de Lanhoso, distrito de Braga, de uma fábrica de carregadores para veículos elétricos, com o arranque da produção previsto para o segundo semestre, num investimento de quatro milhões de euros.

Pedro Lima é o quarto convidado do ciclo Radiografia do gnration, que procurar colocar os holofotes em jovens compositores bracarenses, dando assim uma nova perspectiva sobre o vasto domínio da música contemporânea e sobre o futuro artístico da cidade.
 

Nos últimos anos, Pedro Lima tem-se destacado como um dos mais versáteis compositores nacionais. Formado pelo Conservatório de Música Calouste Gulbenkian e pela Escola Superior de Música de Lisboa, em 2017 rumou a Londres para ingressar no Mestrado em Opera Making & Writting, da prestigiada Guildhall School of Music and Drama. Com 21 anos, estreou a primeira peça para orquestra e, um ano depois, foi galardoado com o Prémio de Composição da Sociedade Portuguesa de Autores. Em 2019, após uma residência na Casa da Música no Porto, escreveu a peça 'Talkin(g) (a)bout my Generation', obra que dá também nome ao seu disco de estreia.
 

Com lançamento em vinil e formato digital, o primeiro álbum de Pedro Lima reúne um conjunto de obras escritas ao longo dos últimos anos e assume-se como uma mediação artística sobre traços identitários de uma geração – a sua geração – em que os conflitos, a política, a internet, os memes, a identidade, a vida na selva digital e a (re)conquista do espaço têm sido factores estruturantes para a definição do futuro.
 

A 3 de Fevereiro, às 18 horas, 'Talking about my generation' será apresentado no gnration com um concerto especial que contará com a presença de Luís Salomé, Catarina Carvalho Gomes, Miquel Bernat, Daniel Paredes e o Sond’art-te trio, formado por Elsa Silva, Vítor Vieira e Filipe Quaresma. Este elenco de luxo tocará as peças '(eu diria que nevava)', inspirada no poema com o mesmo nome da guardense Maria Afonso; 'Thee questions from a Lover to a Saint', composta a partir de uma reimaginação do martírio de São Sebastião pelo libretista Gareth Mattey; 'New Beliefs', uma composição que expõe as fragilidades da guitarra; e 'Como se fosse um filho', uma peça de três actos que reconta a histórica verídica de um ex-soldado português que, em Moçambique, adoptou um rapaz chamado Vítor.
 

Antes deste espectáculo, às 16 horas, haverá ainda uma conversa, com entrada gratuita, onde serão debatidos os fundamentos artísticos da geração "millennial". Para esta mesa-redonda, Pedro Lima convida a escritora Marta Pais Oliveira, o designer de IA e filósofo Daniel Fraga, o engenheiro e técnico de som Hugo Romano Guimarães e o compositor Luís Tinoco.
 

Também parte desta apresentação, de 3 a 10 de Fevereiro, o gnration recebe também a instalação sonora 'Talking about who?'. Três das composições presentes no disco de estreia de Pedro Lima foram gravadas na Capela da Imaculada Conceição de Braga. Através de uma complexa técnica de posicionamento de microfones, foi possível captar não só os instrumentos, mas também as particularidades e vicissitudes sonoras da capela e de como o som viaja através do espaço. Nesta instalação com nove colunas, os espectadores poderão presenciar estas três composições num ambiente sonoro 3D que evoca as particularidades sónicas do espaço restaurado em 2015.
 

Os bilhetes para o espectáculo podem ser adquiridos em https://gnration.bol.pt, balcão gnration e locais habituais.
 

A conversa e instalação sonora são de entrada gratuita.

Deixa o teu comentário