Braga, quarta-feira

Treinador do Paços de Ferreira perspetiva jogo taticamente rico ante o Sporting

Desporto

11 Junho 2020

Redação

O treinador do Paços de Ferreira disse hoje esperar um Sporting com as ideias muito mais arrumadas e perspetivou um jogo rico em termos táticos na sexta-feira, para a 26.ª jornada da I Liga de futebol.

O treinador do Paços de Ferreira disse hoje esperar um “Sporting com as ideias muito mais arrumadas” e perspetivou “um jogo rico em termos táticos” na sexta-feira, para a 26.ª jornada da I Liga de futebol.

Em conferência de imprensa, Pepa falou do Sporting como “uma equipa forte, com bons valores individuais” e agora mais bem ajustada ao novo sistema de jogo implementado pelo treinador.

“O Rúben Amorim disse que teve tempo para preparar a equipa num sistema de jogo diferente. Esperamos, por isso, um Sporting com as ideias mais arrumadas”, disse Pepa, atento às exibições recentes do adversário.

O técnico pacense reconheceu que o jogo com o Sporting “obriga a muito rigor tático”, lembrando que “a largura [no Sporting] está sempre garantida, com três jogadores sempre de frente para o jogo”.

“Vai ser um jogo rico em termos táticos. O nosso objetivo é minimizar o erro, trabalhar no limite e colocar em campo aquilo que identificámos ao pormenor no adversário, olhando para cima [na classificação], subir na tabela e pontuar”, sublinhou.

A primeira resposta da equipa no reatamento do campeonato, em Vila do Conde, foi “muito positiva”, em função da vitória diante do Rio Ave, por 3-2, em mais um jogo em que contrariou o favoritismo do adversário, após a pausa forçada da prova devido pandemia de covid-19.

“Há que dar valor a todas as equipas. O Portimonense, ontem [quarta-feira], fez uma grande segunda parte [frente ao Benfica] e fez um bom jogo. Isto não é teatro, é futebol, uma modalidade de paixão e onde tudo pode acontecer”, afirmou.  

A falta de público nos estádios e a introdução das cinco substituições por jogo são novas realidades num tempo de exceção, mas Pepa fez questão de dizer que a situação é igual para todos, com uma diferença substancial.

“O metro quadrado está muito caro, as equipas estão sem ritmo e esta é uma fase crítica do campeonato, onde não há margem de erro. As equipas que melhor se adaptarem a esta nova realidade, são as que se vão dar melhor”, concluiu.

Bruno Teles, castigado, e Simão Bertelli, lesionado, são as ausências confirmadas na formação nortenha.

O Paços de Ferreira vai tentar sair de Alvalade com pontos, o que já não acontece desde a temporada 2015/16, quando alcançou um dos dois empates (ambos por 1-1) para o principal campeonato em casa do Sporting (onde também já venceu em quatro ocasiões, contra 14 triunfos dos ‘leões’).

Na classificação, o Sporting ocupa o quarto lugar, com os mesmos 43 pontos do Famalicão, quinto, vencedor na abertura da jornada em Barcelos (3-1), enquanto o Paços, no limite da permanência, é 16.º classificado e tem a possibilidade de descolar do Marítimo, 15.º, com os mesmos 25 pontos e mais um jogo.

O encontro que opõe as duas equipas realiza-se no Estádio José Alvalade, em Lisboa, na sexta-feira, a partir das 21:15, e terá arbitragem de Rui Costa, da Associação do Porto.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho