Braga, terça-feira

Treinador do Paços de Ferreira quer vencer Sporting Clube de Braga fortíssimo

Desporto

09 Julho 2020

Redação

O treinador Pepa disse hoje querer dar continuidade ao bom momento do Paços de Ferreira e vencer um Sporting de Braga fortíssimo, mostrando-se convicto de um grande espetáculo na 31.ª jornada da I Liga de futebol.

O treinador Pepa disse hoje querer dar continuidade ao bom momento do Paços de Ferreira e vencer “um Sporting de Braga fortíssimo”, mostrando-se convicto de “um grande espetáculo” na 31.ª jornada da I Liga de futebol.

Em conferência de imprensa, o técnico pacense disse encarar a receção ao Sporting de Braga como mais um jogo, o primeiro de quatro que faltam disputar, retirando-lhe o peso de uma eventual decisão em matéria de permanência, lembrando que do outro lado vai estar “uma grande equipa, com individualidades acima da média”.

“Já no jogo lá, da primeira volta, em que ganhámos 1-0, tínhamos reconhecido que é um dos melhores plantéis da história do Braga e um dos mais fortes em termos de opções de qualidade do nosso campeonato. Quando um jogador é forte e competente, não só em termos físicos e técnicos, também se adapta em termos táticos a tudo o que vai acontecendo, e a verdade é que já passaram por vários sistemas e treinadores e o rendimento esteve sempre lá”, disse Pepa.

Os elogios aos minhotos continuaram, com Pepa a falar de “um Braga fortíssimo e à procura da vitória e do terceiro lugar”, reiterando tratar-se de uma equipa “com várias opções e muito boas”, que obrigarão o Paços, “independentemente do sistema em que [o Sporting de Braga] se apresentar”, a estar preparado e a “potenciar aquilo que de muito bom” a equipa tem feito.

“Arrisco dizer que vai ser um bonito espetáculo de se ver, em que nós, mais do que o espetáculo, queremos os três pontos. Para lá chegar, temos de dar continuidade ao que temos feito, com bola, sem bola, sermos fortíssimos nos momentos de transição, com os olhos na baliza adversária e atentos na reação à perda”, sublinhou.

Bem presente nos apontamentos do técnico está a qualidade individual e coletiva dos jogadores bracarenses, “capazes de resolver de forma individual no último terço, de forma coletiva com tabelas curtas, com jogo interior, com muitas diagonais”.

“Temos de estar preparados para os anular e, depois, pegarmos no jogo e a fazer algo que eles não gostam, que é fazê-los andar atrás da bola”, acrescentou.

O avançado brasileiro Douglas Tanque, com cinco golos após a retoma do campeonato, tem estado em plano de evidência e é um dos trunfos do técnico contra os ‘Guerreiros do Minho’.

“Trabalho, muito trabalho. Dele e de muitos. Os golos surgem naturalmente, a forma como tem trabalhado, isso sim, é que é mesmo obrigatório. É sinónimo de oportunidade e trabalho, e o Tanque tem sido, se calhar, o mais visível”, concluiu.

Jorge Silva, a cumprir castigo, junta-se na lista de indisponíveis aos lesionados Simão Bertelli e Murilo.

Na classificação, o Paços de Ferreira ocupa o 13.º lugar, com 34 pontos, estando praticamente a salvo dos lugares de descida, enquanto o Sporting de Braga é quarto, com 53, a três do Sporting, que completa o pódio. O jogo realiza-se na sexta-feira, no estádio Capital do Móvel, às 21:30, e será arbitrado por Carlos Xistra, da associação de Castelo Branco.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho