Braga, sábado

Treinador do Vitória de Guimarães diz que é altura de inverter o ciclo

Desporto

16 Abril 2021

Lusa

O treinador do Vitória de Guimarães, Bino Maçães, reconheceu hoje que é "altura de inverter" o ciclo negativo que a equipa atravessa na I Liga portuguesa de futebol, frente ao Santa Clara, no sábado, para a 27.ª jornada.

O treinador do Vitória de Guimarães, Bino Maçães, reconheceu hoje que é "altura de inverter" o ciclo negativo que a equipa atravessa na I Liga portuguesa de futebol, frente ao Santa Clara, no sábado, para a 27.ª jornada.

Os vimaranenses perderam os últimos cinco jogos do campeonato, consumando a segunda pior série de desaires em 76 épocas no escalão maior do futebol nacional, atrás dos seis consecutivos de 2003/04, têm o segundo pior registo da segunda volta entre as 18 equipas, com quatro pontos, e o técnico reconheceu que o plantel tem de dar a volta ao impacto anímico dos resultados mais recentes.

"Animicamente, uma série tão negativa tem sempre impacto nos jogadores, nos adeptos, na estrutura. Não era de nada disto que estávamos à espera, mas há contextos que não controlamos. É altura de invertermos este ciclo, porque estamos a lutar por chegar às competições europeias na próxima época. É com esse objetivo que vamos para os jogos que aí vêm, a começar pelo Santa Clara", disse, na videoconferência de antevisão ao desafio.

O Vitória ocupa a sexta posição, última de acesso às competições europeias, com 35 pontos, e Bino Maçães espera que os seus atletas encontrem motivação para defrontarem um adversário que é sétimo, com os mesmos pontos, após ter recebido e goleado o Nacional por 5-1, na ronda anterior.

O treinador admitiu que a equipa tem "pressão de vencer" face à classificação dos açorianos, mas vê essa circunstância como "positiva", já que pode ajudar os jogadores vitorianos a "focarem-se" ainda mais no "objetivo primordial nesta fase" e a "mostrarem todas as suas qualidades".

Além do trabalho "motivacional" para o grupo "ganhar confiança", o ‘timoneiro' vitoriano também quis "fazer perceber aos jogadores coisas básicas e fundamentais" do jogo no trabalho semanal, depois de, na sua estreia frente ao Portimonense (derrota por 3-0), ter alterado o sistema tático do 4x3x3 para o 3x4x3.

A propósito desse embate, Bino Maçães explicou que André Almeida, um médio ofensivo, surgiu na posição de extremo esquerdo, porque Rochinha esteve "condicionado" na semana anterior e também porque queria o jogador dessa posição a atuar, por vezes, como um "terceiro médio" capaz de ser "mais cerebral e guardar a bola".

O técnico de 48 anos disse ainda que o Vitória até foi uma "equipa personalizada, a criar situações de golo" em certas fases do jogo, mas deitou esse esforço a perder em três lances que poderia ter evitado, ressentindo-se "animicamente".

A formação de Guimarães sofre golos há 10 jogos consecutivos e o técnico assumiu que "acabar com a baliza a zeros" é um "objetivo intermédio dentro do grande objetivo de vencer o jogo".

O Vitória de Guimarães, sexto classificado da I Liga, com 35 pontos, recebe o Santa Clara, sétimo, também com 35, em partida da 27.ª jornada, agendada para as 15:30 de sábado, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem de Rui Costa, da Associação de Futebol do Porto.

Deixa o teu comentário