Braga, segunda-feira

Treinador Pako Ayestarán quer Tondela concentrado e seguro frente ao Famalicão

Desporto

02 Janeiro 2021

Redação

O treinador Pako Ayestarán admitiu hoje que o Tondela, para não sair derrotado, precisa de estar concentrado e seguro desde o primeiro momento frente ao Famalicão, no domingo, em jogo da 12.ª jornada da I Liga de futebol.

O treinador Pako Ayestarán admitiu hoje que o Tondela, para não sair derrotado, precisa de estar concentrado e seguro desde o primeiro momento frente ao Famalicão, no domingo, em jogo da 12.ª jornada da I Liga de futebol.

“Somos conscientes de que os jogos em que consentimos nos primeiros minutos [marcar golo] acabámos a perder, então será muito importante entrar bem no jogo e sabemos que nos primeiros minutos temos de ser muito intensos e muito concentrados”, adiantou o técnico espanhol.

Na antevisão ao jogo de domingo, marcado para as 13:00, no Estádio João Cardoso, o técnico espanhol admitiu que “os erros do início estão a custar muito caro” e, por isso, reforçou, os jogadores têm de “sair muito mais concentrados”.

“Sabemos que não fazemos muitos golos, mas, apesar de tudo, damos uma boa resposta. (…) Não podemos ter uns começos com tão pouca concentração e tão inseguros, com tantas dúvidas”, insistiu.

Pako Ayestarán reconheceu que a vitória frente ao Famalicão “é muito importante, porque são pontos muito importantes” para subir na tabela e sair da zona de despromoção e, ao mesmo tempo, ultrapassar o adversário, que conta com mais dois pontos.

“As duas equipas não atravessam um bom momento, são as duas equipas que também têm concedido mais golos, há coisas que se repetem numa e noutra equipa, mas amanhã [domingo] é outro dia, outro jogo, e tudo depende do rendimento que cada equipa tenha” em campo, disse.

Sobre a equipa adversária, começou por reconhecer que o início “foi muito difícil” para eles, até porque “perdeu oito ou nove jogadores dos onze titulares e isso é muito difícil para voltar a coordenar a equipa”.

“É uma equipa que joga muito por dentro, então sabemos que não podemos conceder muitos espaços e também temos de tratar de fechar todos os espaços, sobretudo o interior que eles costumam usar”, acrescentou.

Sobre a sua equipa, o técnico esquivou-se a salientar os pontos fortes, adiantando que a semana de trabalho foi no sentido de preparar o jogo tendo em conta as características do seu plantel e também as características do Famalicão.

“Amanhã [domingo] veremos se tudo o que preparámos funcionou. Quando o preparámos estava tudo muito bem, agora veremos quando a bola rolar e os jogadores estiverem à nossa frente se também somos capazes de aplicar o que treinámos”, disse.

Para o desafio de domingo, o técnico não pode contar com Rafael Barbosa, que contraiu uma lesão muscular na coxa direita, nem com Mohamed Khacef e Bebeto, que cumprem castigo.

O Tondela, 16.º classificado, com nove pontos, recebe no Estádio João Cardoso, pelas 13:00 de domingo, o Famalicão, 12.º na tabela, com mais dois pontos, em jogo da 12.ª jornada da I Liga de futebol.

Deixa o teu comentário