Braga, terça-feira

Treinador Ricardo Soares despede-se do Moreirense com 'um misto de emoções'

Desporto

12 Novembro 2020

Redação

O treinador Ricardo Soares despediu-se hoje do Moreirense com um misto de emoções, defendendo que a passagem maravilhosa pelo clube da I Liga de futebol ficará marcada para sempre.

O treinador Ricardo Soares despediu-se hoje do Moreirense com “um misto de emoções”, defendendo que a “passagem maravilhosa” pelo clube da I Liga de futebol ficará “marcada para sempre”.

“Queria agradecer a toda a estrutura sem exceção pela oportunidade que me foi dada. Estou muito feliz também por ter contribuído na valorização de ativos, como é exemplo o Fábio Abreu - uma das maiores vendas da história do clube [cerca de 2,5 milhões de euros]”, escreveu o técnico, numa mensagem publicada nas redes sociais.

O felgueirense, de 45 anos, cumpria na vila de Moreira de Cónegos a terceira passagem pela I Liga, após orientar Desportivo de Chaves (2016/17) e Desportivo das Aves (2017/18), num percurso com outras experiências vividas em divisões inferiores.

Ricardo Soares assinou pelo Moreirense em dezembro de 2019, oriundo do Sporting da Covilhã, em substituição de Vítor Campelos, e levou os minhotos à oitava posição na última edição da I Liga, com 43 pontos, fixando o segundo melhor registo de sempre.

“Agradeço também a todos os meus jogadores, que foram incansáveis nestas duas temporadas de sucesso. Já esta época, mesmo com todas as complicações devido à covid-19, eles foram sempre incríveis. É importante dizer que, se o Moreirense ganhar o jogo em atraso, alcançará o incrível quinto lugar isolado. Um feito notável”, valorizou.

O Moreirense ocupa a 11.º posição, com oito pontos e um jogo a menos, numa altura em que os treinos estão suspensos devido ao surto de covid-19, que assolou o clube na semana passada e originou 30 casos de infeção, cuja maioria está assintomática.

Em 2020/21, os minhotos alcançaram dois triunfos caseiros, diante de Farense (2-0) e de Marítimo (2-1), empataram na receção ao Boavista (1-1) e na visita ao Belenenses SAD (0-0) e perderam nas deslocações aos terrenos de Benfica (2-0) e Rio Ave (2-0). 

O Moreirense deveria ter recebido o Paços de Ferreira no sábado, num encontro da sétima jornada da I Liga, que foi adiado para 01 de dezembro, às 21:45, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Ricardo Soares, que teve um teste positivo para o novo coronavírus, responsável pela pandemia de covid-19, em 30 de outubro, tinha falhado o jogo em Vila do Conde no dia seguinte e acertou na segunda-feira a rescisão por mútuo acordo com a SAD liderada por Vítor Magalhães, sem especificar os motivos, sendo rendido por César Peixoto.

“Por último, queria agradecer a todos vocês, adeptos, que, infelizmente, têm sido impedidos de nos apoiarem nos estádios. Estiveram sempre connosco em todos os momentos e, por isso mesmo, fico triste por não me poder despedir de vocês de uma forma mais agradável, mas a vida é assim mesmo”, terminou.

O próximo compromisso dos vimaranenses é a visita ao Merelinense, integrada na terceira eliminatória da Taça de Portugal e aprazada para 22 de novembro, às 15:00, no Estádio João Soares Vieira, em Merelim São Pedro, freguesia do concelho de Braga.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho