Braga, terça-feira

União de Freguesias expectante na requalificação do Carandá

Regional

09 Janeiro 2020

Redação

Urbanismo e Mobilidade são duas áreas prioritárias para a União de Freguesias de S. José de S. Lázaro e S. João do Souto. Autarquia espera pela conclusão das obras na urbanização do Carandá.

O executivo da União de Freguesias de S. José de S. Lázaro e S. João do Souto estima que a empreitada de requalificação da urbanização do Carandá esteja concluída no 1.º trimestre deste ano. No plano de actividades da autarquia para o corrente ano, a autarquia destaca que “2020 será o ano da concretização de um velho sonho da Junta de Freguesia e, também, dos moradores do Carandá”.

No documento recentemente aprovado, a União de Freguesias expressa que com “a desejada e urgente requalificação da urbanização do Carandá, quer em termos de mobilidade, quer em termos paisagísticos, impunha-se uma profunda alteração dos espaços públicos do Carandá, já que as intervenções ali feitas no passado nunca deram resultados positivos”.

As obras em curso naquela urbanização permitira instalar uma área de repouso e leitura, instalar equipamentos geriátricos, definir pavimentos, criando áreas de sombra que possibilitem actividades lúdicas e remover outros pavimentos existentes, de modo a proporcionar uma maior área permeável para a colocação de árvores, uma ciclovia e espaços de fitness.

No âmbito da discussão pública do Plano de Mobilidade Urbana Sustentável de Braga, a União de Freguesias de S. José de S. Lázaro e S. João do Souto incorporou um Grupo de Acção Local para recolha de contributos e sugestões.

“São por demais conhecidas as solicitações que, no domínio da mobilidade, a Freguesia tem dirigido à Câmara Municipal”, destaca o executivo autárquico presidido por João Pires, lamentando “processos que ali se arrastam há anos, muitos deles com dois e três projectos de resolução mas que não viram ainda a luz do dia”.

No plano de actividades apresenta-se à eliminação de barreiras arquitecto?nicas e a requalificação de muitas passadeiras, entre as quais a da Rua do Fujacal, junto ao nicho do Senhor da Boa Morte, “onde frequentemente acontecem acidentes devido à sua má colocação”.

No documento de gestão da União de Freguesias de S. José de S. Lázaro e S. João do Souto alerta-se que “todos os dias nos confrontamos com problemas derivados do aumento do tráfego automóvel nas ruas da nossa cidade” e que “são visíveis dificuldades que condutores e peões enfrentam em zonas particularmente sensíveis, designadamente junto de escolas, creches e jardins-de-infância”.

Apontam-se como exemplos disso a Rua do Raio, junto a? Creche de Braga, e a Rua Sa? de Miranda, junto do infanta?rio do Centro Social de S. Lázaro, “situações que vão merecer uma atenção especial da Freguesia junto da Câmara Municipal de Braga, solicitando para elas uma solução urgente”.

Ainda no capítulo da mobilidade, a União de Freguesias persapectiva um acordo com a empresa proprietária do parque subterra?neo do Campo da Vinha no sentido de definir preços de avenças vantajosos para residentes em S.?Lázaro e S. João do Souto.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho