Valores faz parceria com NovaCâmbios e RealTransfer para triplicar rede de balcões

Economia

10 Dezembro 2020

Lusa

A empresa de comércio de ouro Valores pretende triplicar a sua rede de 45 balcões com a abertura, até final de 2021, de uma centena de agentes em parceria com a NovaCâmbios e RealTransfer, disse à Lusa o seu presidente.

Segundo Judá Chester, a aposta neste novo modelo de negócio pretende impulsionar a expansão do grupo de Braga numa altura em que o ouro atinge valores recorde, assentando numa “operação estratégica com duas empresas de referência nacional e internacional”.
 

Com uma rede de mais de 80 balcões supervisionados pelo Banco de Portugal, a NovaCâmbios, S.A. e a RealTransfer S.A. passarão a ter disponíveis os serviços de compra e venda de ouro da Valores no início de 2021.
 

Numa primeira fase será criada uma rede de 80 agentes, que se juntam aos 45 balcões de que a Valores dispõe (42 atualmente em funcionamento e três com abertura prevista até final deste ano), mas o novo modelo prevê a expansão da rede para uma centena de agentes até ao final de 2021.
 

De acordo com a JChester, o novo formato de Agentes Valores prevê um retorno garantido do investimento de 10 mil euros por licença de gente no primeiro ano, sendo a rentabilidade prevista de 100 mil euros em seis anos.
 

Este novo modelo é igualmente dirigido a empresas e empresários em nome individual – como gabinetes de contabilidade, agências de seguros, imobiliárias, agências de viagens, ‘stands’ de automóveis – prevendo um investimento inicial de 10 mil euros (mais IVA) “para que o agente crie um espaço de a partir de quatro metros quadrados nas instalações próprias, receba formação e passe a disponibilizar os serviços de comercialização e reciclagem de metais preciosos da Valores”.
 

Numa altura em que o ouro bate recordes, com o valor de 50 euros/grama e o máximo histórico de 2.000 dólares por onça, Judá Chester diz que o negócio de compra e venda de ouro “está a atrair investidores ao ‘franchising’, com três franchisados da Valores a apostarem em mais do que uma loja e a abrirem um total de 15 agências.
 

“Este cenário de crescimento está assente na conjugação de fatores: a recessão e contração económicas, aliadas ao máximo histórico do valor do ouro em euros e à tendência clara de subida com previsões superiores a 50% de aumento do metal”, sustenta.
 

Já em funcionamento estão os primeiros balcões de empréstimos imediatos sobre penhores “i9Krédito by Valores”, em Braga e no Porto. Trata-se de uma nova marca do grupo Valores de empréstimos imediatos sobre penhores em ouro, prata, relógios e outros valores sem taxa de avaliação nem despesas de manutenção.
 

Com capital 100% português, a NovaCâmbios opera no mercado de câmbios desde 2000 e está presente em Portugal, Espanha, França, Suécia, Angola, Moçambique e Namíbia através de uma rede cerca de 100 agências e cerca de 300 colaboradores.
 

Já a RealTransfer opera no mercado de câmbios e de transferências de dinheiro desde 2008. Possui uma rede de 28 balcões em Portugal e é apresentada como a principal empresa a operar em Portugal no segmento das transferências de dinheiro para o Brasil.
 

A Valores tem atualmente uma rede de 42 agências, a que se juntarão mais três até final do ano, sendo 26 próprias e as restantes franchisadas.
 

As agências Valores atuam na compra e venda de ouro, venda com opção de compra, transferências de dinheiro através da Moneygram e venda de artigos de ourivesaria novos e usados (Valores Prestige).

Deixa o teu comentário