Braga, quarta-feira

Vasco Seabra ausente do treino e de saída do comando técnico do Boavista

Desporto

08 Dezembro 2020

Lusa

O treinador Vasco Seabra vai falhar o treino de hoje do Boavista e está a acertar a rescisão do vínculo contratual de duas temporadas com a administração da SAD, confirmou à Lusa fonte do clube da I Liga de futebol.

Após um dia de folga, o regresso do plantel ao trabalho deveria acontecer esta manhã, mas foi adiado para a tarde e decorrerá no complexo contíguo ao Estádio do Bessa sob orientação do adjunto Jorge Couto, campeão nacional pelos ‘axadrezados’ em 2000/01.
 

A saída de Vasco Seabra surge dois dias após o ‘nulo’ frente ao Rio Ave, que deixou o Boavista no 15.º posto, com os mesmos oito pontos de Farense (14.º) e Tondela (16.º), um acima de Portimonense (17.º) e Marítimo (18.º e último), ambos em zona de descida.
 

O técnico natural de Paços de Ferreira chegou ao Estádio do Bessa em julho, na sequência de uma campanha promissora com o Mafra, da II Liga, e substituiu Daniel Ramos, que levou o Boavista à 12.ª posição na última edição da I Liga, com 39 pontos.
 

Vasco César Freire de Seabra, de 37 anos, foi aposta da direção liderada por Vítor Murta, que acordou no verão uma parceria com o grupo do empresário hispano-luxemburguês Gérard Lopez, proprietário dos franceses do Lille e dos belgas do Royal Mouscron.
 

A entrada de capital estrangeiro ativou uma profunda remodelação estrutural no defeso, assente na contratação de 20 reforços e nas nomeações do ex-internacional luso Ricardo Costa e de Admar Lopes como diretor desportivo e diretor-geral, respetivamente.
 

O campeão nacional em 2000/01 investiu a pensar no regresso aos palcos europeus e subiu as expectativas, mas somou um triunfo, cinco empates e três derrotas em nove jornadas do campeonato, falhando a presença nos quartos de final da Taça da Liga.

 

Além da vitória caseira sobre o Benfica (3-0), as ‘panteras’ derrotaram ainda o Vizela (1-0 após prolongamento) e qualificaram-se para a quarta eliminatória da Taça de Portugal, a disputar no domingo, frente ao vencedor do jogo entre Estoril Praia e Lusitano de Évora.
 

Vasco Seabra cumpria a segunda passagem pela I Liga, após ter orientado o Paços de Ferreira de dezembro de 2016 a outubro de 2017, num percurso iniciado no Lixa (2013) e com experiências em Famalicão (2018) e na equipa sub-23 do Estoril Praia (2019).

Deixa o teu comentário