Braga, sexta-feira

Vasco Seabra desdramatiza ausência de triunfos caseiros no comando do Moreirense

Desporto

13 Março 2021

Lusa

O treinador Vasco Seabra relativizou hoje a ausência de vitórias caseiras no comando do Moreirense, que tentará corrigir na receção ao Rio Ave, no domingo, em encontro da 23.ª jornada da I Liga de futebol.

O treinador Vasco Seabra relativizou hoje a ausência de vitórias caseiras no comando do Moreirense, que tentará corrigir na receção ao Rio Ave, no domingo, em encontro da 23.ª jornada da I Liga de futebol.

“Mais do que as razões para termos vencido mais vezes fora do que em casa, olhamos para o comportamento da equipa, que tem sido merecedora de pontos. Sentimos que as coisas vão acontecer também em casa e acabaremos por vencer com regularidade. Estamos serenos em relação a isso”, frisou o técnico, em conferência de imprensa.

Desde a chegada do sucessor de César Peixoto, em 06 de janeiro, os minhotos contabilizaram quatro empates e uma derrota para o campeonato na condição de visitados, contrastando com os quatro triunfos e um desaire obtidos fora de portas.

“Em casa, enfrentámos adversários poderosos e, por uma ou outra razão, poderíamos ter vencido no final. Sabemos é que o foco da equipa tem vindo a aumentar. Essa consistência de concentração e equilíbrio durante todo o jogo vai fazer-nos continuar a pontuar, de forma a estarmos confiantes naquilo que somos capazes de fazer”, avaliou.

Vasco Seabra vê um Moreirense em bom momento para encarar um “jogo muito disputado” com um Rio Ave “mais estável e em fase crescente”, cujo plantel, “construído para atacar os lugares de cima”, tem sinalizado “ideias muito claras e qualidade de jogo”.

“Os nossos atletas estão conscientes da dificuldade, mas sabem que vão criar problemas ao adversário. Teremos de estar no nosso melhor em termos competitivos, com muita vontade de vencer e um enorme compromisso. Está tudo muito embrulhado na tabela e são três pontos muito importantes. Vamos dar a vida para conquistá-los”, garantiu.

Numa I Liga repleta de equilíbrio, os ‘cónegos’ procuram conjugar “vitórias consistentes e pontos conquistados de forma merecida” com a valorização de talentos, caso do médio internacional sub-21 Filipe Soares, autor dos dois golos no terreno do Marítimo (2-0).

“Felizmente, conseguiu dar um salto. Tem tido exibições muito capazes, mas só as consegue pela consistência da equipa, que luta para que ele possa estar mais solto em algumas fases do jogo. Marcou e acredito que fará mais vezes. Estamos felizes pelo desenvolvimento de vários atletas. É um motivo de felicidade para o treinador”, vincou.

Vasco Seabra terá de colmatar as ausências de D’Alberto e Fábio Pacheco, ambos a cumprir castigo, enquanto Steven Vitória acusou queixas no joelho direito e voltou a parar, juntando-se aos lesionados Pedro Amador, Sori Mané e Pedro Nuno.

“A equipa é capaz de jogar de diferentes formas. Defesa com três centrais? É uma possibilidade, mas não vou abrir já o jogo, porque deixa de ter piada. Teremos pela frente um adversário forte, mas também somos fortes. Preparamo-nos para valorizar as nossas potencialidades. A melhor forma de defender é impedir que possam atacar”, concluiu.

O Moreirense, sétimo, com 29 pontos, recebe o Rio Ave, nono, com 25, no domingo, às 15:00, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, num encontro da 23.ª jornada, com arbitragem de Fábio Melo, da associação do Porto.

Deixa o teu comentário