Braga, sábado

Vasco Seabra recusa Moreirense em vantagem face ao calendário apertado do Braga

Desporto

31 Janeiro 2021

Redação

O treinador Vasco Seabra rejeitou hoje que os futebolistas do Moreirense partam em posição vantajosa face ao calendário apertado do Sporting Clube de Braga, adversário de segunda-feira, em encontro da 16.ª jornada da I Liga.

O treinador Vasco Seabra rejeitou hoje que os futebolistas do Moreirense partam em posição vantajosa face ao calendário apertado do Sporting Clube de Braga, adversário de segunda-feira, em encontro da 16.ª jornada da I Liga.

“A seguir ao Braga, teremos outro jogo passadas 72 horas, portanto nem posso estar a olhar para isso como alguma condicionante. Percebo as razões do Carlos Carvalhal, porque são jogos atrás de jogos, mas sei que tem soluções para que essa gestão seja feita e a equipa mantenha a qualidade”, analisou o técnico, em conferência de imprensa.

Invictos há três rondas no campeonato, os vimaranenses procuram suplantar a fasquia dos 20 pontos antes do final da primeira volta, antecipando um “jogo difícil” com um rival minhoto “forte no seu todo, um plantel recheado de qualidade e um excelente treinador”.

“Falar do Braga é falar de qualidade de jogo e de processo. Será um desafio em que acresce uma oportunidade de nos desafiarmos contra uma das melhores equipas do país. É disso que este grupo gosta, e é neste registo que daremos o melhor de nós para transmitir a imagem daquilo que queremos ser”, projetou.

O Moreirense deseja “dar continuidade ao processo” adotado pelo sucessor de César Peixoto, servindo-se de “determinação, raça, união e entrega”, acompanhadas por “melhorias na frescura física”, para “ser competitivo e lutar com vontade de vencer”.

“Respeitamos o nosso adversário, mas iremos com toda a ambição de disputar o jogo. Procuramos evidenciar as dinâmicas coletivas do Braga, para que tenhamos noção daquilo que iremos encontrar e possamos feri-lo da maneira idealizada, sabendo que a qualidade do processo reflete a qualidade dos jogadores nas suas decisões”, vincou.

Vasco Seabra continua privado de Pedro Amador, Sori Mané, André Luís e Pedro Nuno, todos lesionados, enquanto Fábio Pacheco regressa depois da suspensão cumprida com o Portimonense (2-2), devido ao quinto cartão amarelo visto frente ao Nacional (1-0).

Confrontado com uma possível saída do médio Filipe Soares até ao final do mercado de transferências, que termina na segunda-feira, o treinador do Moreirense encarou com “serenidade e um motivo de orgulho” a especulação sobre os atletas do Moreirense.

“Queremos sempre o melhor para os nossos jogadores e valorizar os ativos do clube. É sinal de que o trabalho está a ser bem feito e ficamos felizes com aquilo que está a acontecer. É mais uma notícia que o Filipe encara com toda a tranquilidade, mas claro que não queremos nesta altura mexidas no plantel, porque confiamos nele”, concluiu.

O Moreirense, sétimo colocado, com 18 pontos, recebe o Sporting Clube de Braga, quarto, com 30, na segunda-feira, às 19:45, no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, num encontro da 16.ª jornada da I Liga, com arbitragem de João Pinheiro, da associação de Braga.

Deixa o teu comentário