Braga, quarta-feira

Viana do Castelo isenta duas empresas que vão investir 1,3 ME e criar 46 empregos

Regional

11 Junho 2021

Lusa

A Câmara de Viana do Castelo atribuiu benefícios fiscais a duas empresas, de produção de louça e confeção de vestuário, que vão investir mais de 1,3 milhões de euros e criar 46 novos empregos, foi hoje divulgado.

Em comunicado enviado às redações, a autarquia da capital do Alto Minho explicou que os benefícios fiscais passam pela "atribuição de isenção de Imposto Municipal sobre Transações Onerosas de Imóveis - IMT", previsto no Regime de Incentivos em vigor no concelho.

A empresa Atlantitopázio, Lda., que detém a Vianagrés e que fabrica louça utilitária e decorativa, vai ampliar e remodelar as infraestruturas da sua unidade fabril, intervenção prevista no processo de crescimento e consolidação da empresa.

A ampliação prevê a aquisição de "um sexto de um prédio rústico na União de Freguesias Barroselas e Carvoeiro, com uma área total de 2.827 metros quadrados".
O novo investimento, "que rondará um milhão de euros, prevê a criação de cerca de 20 postos de trabalho".

Já a ArcaConfex - Confeções Unipessoal Lda, que confeciona vestuário exterior, "vai investir 350 mil euros numa nova unidade, criando 26 postos de trabalho".

A empresa "pretende adquirir um lote de terreno, na Zona Industrial de Vila Fria, com uma área total de 3.000 metros quadrados".

A isenção de IMT para as duas empresas foi aprovada na última reunião de Câmara, no âmbito do seu Regime de Incentivos, que "prevê reduções e isenções de taxas para investidores de empreendimentos turísticos e acolhimento empresarial, atividades económicas relacionadas com as fileiras da agricultura e floresta de base regional, regeneração urbana e modernização de espaços comerciais e espaços de restauração e bebidas".

As medidas, "que visam assegurar aos investidores mecanismos e políticas impulsionadoras de desenvolvimento em atividades relacionadas com produtos endógenos, reabilitação e imobiliário, foram criadas em 2010".

Deixa o teu comentário