Braga, terça-feira

Violações à interdição dos parques infantis estão a deixar autarcas preocupados

Regional

02 Julho 2020

Redação

Presidentes de Junta de várias freguesias do concelho queixam-se as as fitas que foram colocadas para isolar os equipamentos são constantemente cortadas para permitir o acesso as mesmos e chamam a atenção para o perigo da sua utilização.

A denúncia é feita por vários presidentes da junta de freguesias do concelho:?há cidadãos que não estão a respeitar a proibição de utilização dos parques infantis espalhados pelo concelho, colocando em causa a sua própria saúde e da comunidade.

São vários os alertas deixados pelos autarcas que dão conta que a vedação colocada para impossibilitar o acesso a estes equipamentos é retirada de forma sucessiva, tendo-se verificado ajuntamentos junto aos mesmos.

“Quase diariamente coloco fitas e panfletos com avisos indicando que os parques estão encerrados e que não podem ser utilizados, mas infelizmente, quase diariamente, as pessoas arrancam as fitas e vão com os filhos brincar para os equipamentos”, diz ao CM o presidente da União de Freguesias de Real, Dume e Semelhe.

“Se há fonte de contágio, sobretudo para os mais pequenos, são os parques infantis onde toda a gente coloca as mãos. E as crianças, por tendência natural, colocam a mão na boca, no nariz, nos olhos.?Estes locais podem constituir uma fonte grave de contágio”, continua o autarca.

Francisco Silva apela aos cidadãos para que respeitem a proibição de utilização destes espaços. “Quando encontro alguém procuro alertar e sensibilizar para os perigos. E sempre que o fiz as pessoas entenderam, pediram desculpa e sairam”, continua Fernando Silva, explicando que muitos cidadãos encontram já os espaços sem quaisquer vedações e pensam que já podem ser utilizado.
“Tem sido difícil, muito difícil”, remata o edil.

Também na freguesia de S. Vicente os exemplos repetem-se. Fitas arrancadas e pessoas a frequentar os parques.

A Plataforma dos Amigos da Freguesia de São Vicente, que tem tido um trabalho meritório na ajuda à população e no zelo dos espaços públicos, tem procedido à vedação dos parques que já tinham sido devidamente acautelados pelo executivo camarário.

“Na última ronda que fiz vi que o Parque das Fontaínhas não tinha as fitas que o isolavam. Logo que postei a fotografia na nossa página recebi inúmeras mensagens de pessoas a indicar que todos os parques estavam em igual estado”, adiantou ao CM José Macedo, administrador da plataforma, revelando que também nos equipamentos de fitness foram retiradas as fitas, indicando que têm sido igualmente utilizados. “Têm de ser as juntas de freguesia, no terreno, a vigiar estas situações”, considera.

“Há gente que não respeita o esforço do executivo camarário para assegurar a saúde dos cidadãos. Acabamos por colocar novas fitas, esperando que os Vicentinos cooperem e se res- guardem nestas alturas”, diz o responsável da plataforma.

Deixa o teu comentário

Bem-vindo á Antena Minho
Permita anúncios no nosso website

Parece que está a utilizar um bloqueador de anúncios.
Utilizamos a publicidade para ajudar a financiar o nosso website.

Permitir anúncios na Antena Minho