Vizela goleou o Leixões e isolou-se no segundo lugar da II Liga

Desporto

30 Março 2021

Lusa

O Vizela goleou o Leixões, em Matosinhos, por 4-0, num jogo da 26.ª jornada da II Liga portuguesa de futebol, e isolou-se no segundo lugar, de subida ao primeiro escalão.

Samu abriu o marcador aos 21 minutos, Cassiano fez o 2-0 e o 3-0, ambos de grande penalidade, aos 45+2 e aos 53, e André Soares fechou o marcador aos 70, cinco minutos depois de entrar.
 

O Vizela apresentou-se neste jogo com a possibilidade de subir ao segundo posto e desde cedo mostrou que queria os três pontos, impondo um futebol rápido, dinâmico e intenso a um Leixões macio e incapaz de lhe fazer frente.
 

Pedro Pinto cometeu falta sobre Samu aos sete minutos, num lance em que ficaram claras as grandes dificuldades defensivas da equipa orientada por José Mota ante um adversário mais rápido sobre a bola e com uma frente atacante com dois alas bem abertos e o brasileiro Cassiano a jogar em cunha entre os centrais leixonenses.
 

O Leixões criou perigo aos 13 minutos, numa investida de Tiago André, concluída com um remate, que Ivo Gonçalves defendeu a dois tempos, e teve três cantos consecutivos aos 17, mas isso foi à exceção ao domínio esmagador do Vizela.
 

O 1-0 aconteceu aos 21 minutos, depois de a equipa visitante ganhar a bola perto da área adversária e de a colocar à disposição de Samu, que bateu Stefanovic com um remate rasteiro e colocado.
 

Inofensivo a nível atacante e frágil no plano defensivo, o Leixões acabou por se tornar presa fácil de um Vizela determinado e ambicioso e que foi para ao intervalo a ganhar por 2-0, graças a uma grande penalidade cometida por Diogo Gomes e convertida pelo ex-boavisteiro Cassiano, aos 45+2.
 

O Leixões voltou para o segundo tempo com uma atitude diferente e por momentos deu a sensação de que podia ainda discutir o resultado, mas foi pura ilusão porque o Vizela manteve-se coeso e concentrado e deu o golpe de misericórdia nas aspirações leixonenses aos 52. Diogo Gomes cometeu outro penálti e Cassiano bisou.
 

O naufrágio leixonense prosseguiu e foi sem surpresa que o Vizela chegou aos 4-0, por André Soares, que aproveitou uma bola perdida por um adversário à saída da área leixonense para marcar um golo fácil, quando havia 70 minutos.
 

A vantagem vizelense podia ter sido ampliada nos minutos seguintes tal foi o desnorte evidenciado pelo Leixões, que a dada altura parecia estar a jogar em inferioridade numérica.
 

A exibição do Leixões foi tão pobre que o capitão de equipa, o defesa central Pedro Pinto, dirigiu-se à sala de imprensa no final do encontro para pedir desculpa aos adeptos e aos sócios leixonenses, prometendo uma atitude diferente na próxima jornada.

 

Jogo disputado no Estádio do Mar, em Matosinhos.

Leixões - Vizela, 0-4.

Ao intervalo: 0-2.

Marcadores:

0-1, Samu, 21 minutos.

0-2, Cassiano, 45+2 (grande penalidade).

0-3, Cassiano, 53 (grande penalidade).

0-4, André Soares, 70.

 

Equipas:

- Leixões: Stefanovic, Lucas Lopes, Pedro Pinto, Diogo Gomes, Tiago André (Seck, 36), Bruno Monteiro, Avto, Rodrigo (Nenê, 36), Joca Samuel (Rafael Furlan, 77), Kiki (Jota, 60) e Belkheir (Paulo Machado, 77).

(Suplentes: Tiago Silva, Jota, Paulo Machado, Rafael Furlan, Rucker, Nenê, Brendon e Seck).

Treinador: José Mota.

- Vizela: Ivo Gonçalves, Richard Ofori, Matheus Costa, Aidara, Kiki Afonso (Leonel Mosevich, 87), Marcos Paulo (Marcelo, 79), Tavinho, Samu (Maviram, 88), Raphael Guzzo, Kiko Bondoso (João Pais, 88) e Cassiano (André Soares, 65).

(Suplentes: Pedro Silva, André Soares, Cardozo, Marcelo, João Pais, Leonel Mosevich, João Pedro, Maviram e Marcelo Oliveira).

Treinador: Álvaro Pacheco.

 

Árbitro: Iancu Vasilica (AF Vila Real).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Rodrigo (09), Diogo Gomes (27), Stefanovic (37), Marcos Paulo (50) e Rafael Furlan (83).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia de covid-19.

Deixa o teu comentário